keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Quem é a jovem que foi esquartejada e teve corpo deixado em uma mala na rua

Suspeitos filmaram o esquartejamento e divulgaram nas redes sociais

X
Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação

O corpo da mulher, que foi esquartejada dentro de um apartamento, em Canoas (RS), e foi deixado dentro de uma mala na rua, foi identificado. Trata-se de Gabriela Lima Santana, de 21 anos. Ela foi morta no início de fevereiro por três homens, os quais até gravaram o momento do crime brutal e depois divulgaram nas redes sociais o vídeo do esquartejamento.

Gabriele foi encontrada em uma mala, às margens da rodovia BR-448, próximo à rua Boa Esperança, em Canoas. Uma perna na vítima estava do lado da mala, que foi encontrada por funcionários da prefeitura que limpavam uma vala nas proximidades. Natural de Capão da Canoa (RS), no Litoral Norte gaúcho, ela não tinha antecedentes criminais.

Através de comparação de impressões digitais, a Polícia Civil conseguiu confirmar a identidade da vítima. A principal suspeita de motivação para o crime é o envolvimento da jovem com facções. Em fotos nas redes sociais, ela aparece com uma tatuagem numérica na mão esquerda que seria a identificação de um desses grupos. Ao encontrar o corpo, a polícia constatou que essa identificação estava coberta por uma nova imagem. E o residencial onde teria ocorrido o assassinato é dominado por outra organização criminosa.

Os homens identificados como suspeitos do crime ainda não foram encontrados.  J.R.C, de 49 anos, é um dos suspeitos, que aparece na gravação ao lado do corpo da vítima no banheiro. Ele segura uma faca e sorri, sem preocupação em esconder o rosto. Segundo informações ele teve prisão preventiva decretada.

Já o homem que faz a gravação seria, conforme a investigação, R.G.F.S, de 23 anos, que teve prisão temporária decretada. A polícia suspeita que o crime tenha ocorrido no final de fevereiro, já que o vídeo feito pelos criminosos circulou em grupos a partir de 1º de março. A família registrou o sumiço em 13 de março. No dia seguinte, Gabriela completaria 22 anos.

ENTENDA O CASO

Fonte: Com informações GZH

Segurança

Identificado motorista que foi morto a tiros durante perseguição em Porto Belo

Carlos Cezar Favero da Silva, conduzia um Renault/Sandero que foi alvejado com mais de 15 tiros

Segurança

Morre motorista que foi perseguido e baleado por atirador em Porto Belo

Perseguição foi registrada em diversos pontos de Porto Belo

Segurança

Influenciadora grava vídeo pouco antes de morrer em acidente

Veículo chegou a marcar 116 km/h; três pessoas morreram

Mais notícias