keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Professora obriga menino de 4 anos a limpar “cocô” em SC

Uma professora de uma escola municipal em Ponte Serrada, no Oeste de Santa Catarina, foi denunciada por maus tratos a criança. Segundo o relato da família,, a criança, de quatro anos, brincava na cama elástica […]

X
Imagem Ilustrativa

Uma professora de uma escola municipal em Ponte Serrada, no Oeste de Santa Catarina, foi denunciada por maus tratos a criança. Segundo o relato da família,, a criança, de quatro anos, brincava na cama elástica quando fez uma ‘bolinha de cocô’. A educadora então obrigou o menino a limpar as fezes com a mão e levar até o banheiro. O fato aconteceu na última quarta-feira (13). As informações são do ClicRDC

A mãe do menino informou que por volta das 16h15 da quarta-feira, a professora mandou mensagem e informou que a criança havia feito cocô na roupa. Imediatamente ela foi para a escola e buscou ele.

Na instituição, a professora entregou o menino para a mãe e informou que ele havia feito um ‘cocozinho’. Ela ainda passou a mão no cabelo dele e disse: “Isso é normal amor”. Após o fato, os familiares perceberam que o menino ficou muito quieto, até por se tratar de uma criança muito comunicativa.

No outro dia, a diretora da instituição mandou mensagem para a mãe e disse que queria conversar sobre o ocorrido. Na conversa, a regente da escola pediu se os familiares sabiam o que realmente tinha acontecido com o menino.

A diretora então informou que o menino fez uma ‘bolinha de cocô’ enquanto brincava na cama elástica e a professora obrigou ele a pegar e levar as fezes até o banheiro.

Apenas quando estava no banheiro, o menino foi auxiliado por uma servente. Segundo a mãe da criança, após a diretora contar o ocorrido, a “ficha ainda não tinha caído”.

No sábado (16), a professora procurou a família para explicar o lado dela na situação. A conversa com a educadora ficou marcada para a segunda-feira (18). Antes disso, a família conseguiu contato com a servente que ajudou o menino no banheiro. Conforme a família, a mulher explicou toda a história para eles.

A mãe do menino relatou que o Conselho Tutelar também entrou em contato e informou que havia três denúncias anônimas sobre a situação do menino com a professora. Segundo as denúncias, a docente chamava a criança de “Bicho preguiça” e em um dia, ela deixou o menino fechado em uma sala de aula, enquanto as outras crianças brincavam fora do ambiente.

Após as denúncias, a família foi até a delegacia e fez o boletim de ocorrência contra a professora.

“Como pai e mãe, estamos bem revoltados. Você ensina seu filho a ir na escola, a respeitar e escutar a professora, mas da parte da professora, ela não tem esse respeito com os alunos. Ela deveria estar ensinando eles […] Às vezes eu me pergunto: será que é só com o meu [filho] que aconteceu isso? Será que não acontece com mais crianças também? Isso serve de alerta para os outros pais, que conversem com os filhos, que cuidem deles”, disse a mãe do menino.

Investigação

Segundo a Polícia Civil, os policiais receberam a informação que uma mãe registrou um Boletim de Ocorrência, por um suposto constrangimento sofrido pelo filho, feito por uma professora. A Polícia Civil investiga mais informações para averiguar o fato.

O que diz a secretaria de Educação de Ponte Serrada

De acordo com a Secretaria de Educação do município, assim que receberam informações sobre o caso, acionaram as partes envolvidas e iniciaram uma investigação para apurar a acusação.

Ainda conforme a Secretaria, como o fato segue em levantamento, a educadora ainda não foi afastada e segue em atuação na instituição de ensino.

Fonte: Visor Notícias

Segurança

Um mês após descobrir traição em motel, marido perdoa esposa e compra carro novo para a mulher

Marido encontrou esposa no motel com outro homem, quebrou o carro dela com marretadas

Segurança

Operação da Polícia Civil e Receita Federal é realizada em BC contra pirataria

Ação cumpre 66 mandados de busca e apreensão em combate aos crimes contra a propriedade

Segurança

Homem é preso por tentar sequestrar menina de 13 anos; vítima escapou pulando do carro em movimento

Na operação, foram realizadas buscas na residência do alvo, onde foram encontradas vestimentas e o veículo utilizados no dia do crime

Mais notícias

Cultura e Lazer

Balneário Camboriú recebe a etapa final do do Circuito Surf Talentos Oceano 2021

Terceira etapa será nos dias 11 e 12 e definirá os campeões da temporada 2021

Atendente Virtual Visor

Estou disponível, posso ajudar?

openPopup