keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Procon orienta consumidores sobre golpes e compras na internet

Órgão municipal alerta sobre contatos para empréstimos, solicitação de dados e ligações e mensagens indesejadas

X
Pixabay/Imagem Ilustrativa

A Procuradoria de Defesa do Consumidor de Itajaí (Procon) alerta para possíveis golpes na internet. O órgão municipal orienta os consumidores que é fundamental realizar uma pesquisa aprofundada em sites de e-commerce antes da compra, além de ficar atento aos golpes pelo Whatsapp e contatos que solicitam os dados pessoais.

Nos casos de empréstimos, o consumidor não deve depositar, qualquer valor que seja, na contratação do serviço. Conforme o Procon, golpistas têm usado as redes sociais e aplicativos de mensagens para obter dinheiro de forma criminosa, exigindo depósito ou transferência em dinheiro para efetivação de empréstimos.

Além disso, ao receber ligações, mensagens ou e-mails, o consumidor não deve fornecer dados pessoais ou o número de cartão caso não tenha certeza sobre o prestador do determinado serviço. O ideal é consultar o contato através dos canais oficiais.

Já no e-commerce, a dica é realizar uma pesquisa sobre possíveis reclamações, que podem ser consultadas através dos sites: consumidor.gov.br e reclameaqui.com.br. Promoções imperdíveis devem ser analisadas buscando a média de valores que já existem. Também é importante que o consumidor evite depósito ou PIX para efetuar pagamentos de compras na internet. O Procon orienta a priorizar pagamentos através de cartão de crédito ou débito. No caso de pagamento por boleto, o comprador deve verificar, antes de concluir a transação, se o destinatário informado é o mesmo que está efetuando a venda.

Em caso de ligações dizendo que seu cartão foi clonado ou apresenta algum problema e, nesta solicitação, exista a necessidade de fornecimento da senha, o consumidor deve recusar e entrar em contato com a sua operadora bancária.

Já os aposentados e pensionistas devem evitar empréstimos consignados indesejados, realizados por golpistas. É possível bloquear a opção de empréstimo consignado através do aplicativo Meu INSS, pela página www.gov.br/pt-br/servicos/bloquear-ou-desbloquear-beneficio-para-emprestimo ou na própria agência do INSS.

Reclamações e denúncias
Em caso de reclamações, o consumidor deverá fazer contato com a empresa e guardar protocolos ou e-mails recebidos durante a negociação. Poderá ainda fazer sua reclamação on-line, através da plataforma www.consumidor.gov.br.

O Procon de Itajaí fica situado na Avenida Joca Brandão, nº 655, bairro Centro. Em caso de dúvidas ou denúncias, utilize o telefone 151, (47) 3349-6147 ou por meio do e-mail Procon@itajai.sc.gov.br. 

Fonte: Visor Notícias

Geral

Um a cada cinco presos de SC não tem condenação

Dados da SAP apontam que o Estado tem 4,6 mil pessoas presas de forma provisória

Geral

Movimento “OAB Com Sua Cara” é lançado na Capital

Grupo defende a renovação dos quadros e uma Ordem com maior participação de jovens e mulheres

Geral

“Queda de avião” mobiliza bombeiros em SC e socorristas ficam surpresos quando chegam na ocorrência

Os moradores da região avistaram um objeto metálico e acionaram os bombeiros

Geral

BR-282 ganha espaço em meio à liberação de recursos para rodovias federais

A Assembleia Legislativa de SC (Alesc) formalizou nesta semana a criação da Frente Parlamentar Pró-Duplicação da BR-282. A iniciativa é do deputado Valdir Cobalchini (MDB) e ocorreu após uma série de acidentes com óbitos na […]

Geral

Transtorno e prejuízos financeiros na clonagem de WhatsApp

Dificilmente você encontrará uma pessoa que não use o celular nos dias de hoje. Junto a ele o WhatsApp, a rede de mensagens instantâneas mais popular do Brasil e que, segundo uma estimativa superficial realizada pelas […]

Mais notícias

Segurança

Polícia encontra 1,1 mil quilos de maconha dentro de camionete em SC

A camionete havia sido roubada em Cascavel, no Paraná, e estava com placas clonadas

Segurança

Corpo de recém-nascido é encontrado em terreno baldio

Ainda não há confirmação de quem é a vítima e o que aconteceu