keyboard_backspace

Página Inicial

Política

Pressão do empresariado faz Governo Bolsonaro segurar a Reforma Tributária

Leia na Coluna Esplanada de hoje direto de Brasília

X
Alan Santos/PR/Visor Notícias

Recuo estratégico

O barulho do empresariado dos serviços ecoou no Palácio. O Governo Bolsonaro recuou da tentativa de acelerar a Reforma Tributária do Executivo e pediu para retirar o regime de urgência para o Projeto de Lei que cria a Contribuição sobre Bens e Serviços, tributo que unifica PIS-Cofins criando uma alíquota de 12% para o setor e que trancava a pauta de plenário da Câmara a partir de hoje. Os deputados não poderiam mais votar outras propostas até que essa parte da reforma fosse deliberada.

A granel

O Governo quer mandar uma reforma fatiada e uma das propostas inclui a criação de um novo tributo sobre transações digitais para compensar a desoneração da folha.

Cidadania

O Tribunal Superior Eleitoral tem registrado considerável aumento de interessados em serem mesários na eleição de novembro.

Acervo na estante

Por falar no TSE, a biblioteca da Corte eleitoral acaba de ganhar mais de 5 mil livros doados pela família do ex-ministro José Guilherme Villela, assassinado em 2009.

OVNI do marqueteiro

Os custos da atividade partidária do PSC estão no foco desde que seu principal dirigente, o Pr. Everaldo, foi preso na mesma operação que apeou do cargo o então governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel. Entre eles, figura o pagamento de R$ 1,7 milhão feito ao marqueteiro argentino Jorge Gerez, que cuidou da campanha de Pr. Everaldo à Presidência em 2014. A produtora de vídeo OVNI, vinculada a Gerez, também recebeu uma quantia semelhante.

Rodas desgovernadas

A briga surda entre o empresariado e o Governo de Pernambuco causa crise sem precedentes nos transportes do BRT na Região Metropolitana do Recife. Os usuários estão prejudicados, pois metade das 42 estações foi depredada por vândalos. A PM parou de fazer a escolta dos veículos e linhas tiveram a operação reduzida. Ninguém assume a responsabilidade.

De quem entende

O cientista político Antônio Lavareda diz que a eleições nas capitais serão nacionalizadas. A pandemia, a crise econômica e a polarização política serão temas prioritários nas campanhas. Ele é autor de um terceiro livro sobre eleições municipais, lançado no último dia 2, com a também cientista política  Helcimara Telles.

DPU ferve

A Defensoria Pública da União tem uma velada e acirrada disputa pelo comando do órgão. Envolve até implicância com um candidato que é contra o aborto.

Peso do malhete

Passa um calvário numa penitenciária do Piauí, para onde voltou a mando da Justiça, o jornalista Arimatéia Azevedo, suspeito de extorsão. Ele provocou muito o Judiciário

‘Seu’ Marcelo

Marcelo Rebelo de Sousa, o presidente português, ganhou manchetes recentes ao salvar duas meninas numa praia do Algarve quando passeava de jet ski. Não é surpresa para leitores da Coluna em Lisboa que o conhecem. Rebelo dirige o próprio carro, entra na fila de supermercados e almoça entre comuns num tradicional restaurante lisboeta.

Política

Deputados votam hoje o impeachment do governador Carlos Moisés e vice

Os 40 deputados votam dois projetos diferentes. Um deles analisa o caso da vice e outro o do governador Moisés

Política

Conheça os candidatos à Prefeitura de Itapema

Na próxima semana o Visor Notícias começa a série “Eleições 2020” onde entrevistará os candidatos às Prefeituras das cidades da região

Política

Termina hoje prazo para partidos definirem candidatos às eleições

TSE espera receber mais de 700 mil registros de candidaturas

Política

Comissão Especial do Impeachment vota relatório nesta terça-feira (15)

No pedido de impeachment, o defensor público considera que Moisés, Daniela e Tasca cometeram crime de responsabilidade na concessão de reajuste salarial dos procuradores do Estado

Política

Eleições municipais movimentam o jogo político de todo o Brasil

Leia na Coluna esplanada de hoje direto de Brasília

Mais notícias