keyboard_backspace

Página Inicial

Política

Prefeitos abandonam Fecam em protesto contra ações do presidente

O prefeito de Blumenau, Mario Hildebrandt (Podemos), e a prefeita de Vargem, Milena Becher (PL), anunciaram nesta terça-feira (9) que deixarão a Federação Catarinense de Municípios (Fecam) após as ações polêmicas do atual presidente da […]

X
Divulgação/Fecam/Arquivo

O prefeito de Blumenau, Mario Hildebrandt (Podemos), e a prefeita de Vargem, Milena Becher (PL), anunciaram nesta terça-feira (9) que deixarão a Federação Catarinense de Municípios (Fecam) após as ações polêmicas do atual presidente da entidade e prefeito de Araquari, Clenilton Pereira (PSDB). Milena e Hildebrandt são, respectivamente, 1ª vice-presidente e 2º vice-presidente da Fecam. Outros prefeitos do conselho executivo e também do conselho fiscal ameaçam deixar a entidade. 

Pediram renúncia também o 3° vice-presidente, Rudi Sander (Progressistas, prefeito de São Carlos), os membros titulares do conselho fiscal Giovani Nunes (PSL, prefeito de São Joaquim) e Orvino Coelho de Ávila (PSD, prefeito de São José) e o suplente do conselho fiscal e ex-presidente Joares Ponticelli (Progressistas, prefeito de Tubarão).

Pereira, que assumiu em janeiro, realizou uma série de reformulações na Federação após a posse. Entre as ações, a demissão de funcionários antigos e outros cortes que chegariam a R$ 1,2 milhão. A reclamação dos prefeitos é de que as medidas não foram tomadas em conjunto com o conselho executivo, ou seja, de forma unilateral. Segundo mandatários, Pereira não concordou em revogar as medidas durante reunião virtual na noite desta terça.

A expectativa é de que novas eleições possam ser realizadas nos próximos dias. Prefeitos esperam uma posição oficial do atual presidente – seja uma nova reunião, ou uma eventual renúncia. Após esse posicionamento, é cogitada uma ação entre os prefeitos descontentes contra Pereira. Segundo os dissidentes, a saída da entidade é uma maneira dos conselhos se distanciarem das responsabilidades políticas tomadas pelo presidente.  

“Ou ele renuncia, ou vai existir uma nova eleição com o esvaziamento e discordância do conselho. […] A gente não sabe como ele vai reagir. Queremos que acabe da melhor forma”, disse um prefeito.

Clenilton Pereira foi procurado, mas não respondeu até o fechamento do texto.

Fonte: Visor Notícias

Política

Projeto pode garantir isenção de impostos para escolas privadas de Itapema

Isenção quer dar fôlego para empresas que atuam na educação básica de Itapema, que além da crise econômica provocada pela pandemia, enfrentam a evasão de alunos para a rede pública

Política

Tudo sobre a política nacional nesta quarta-feira (03)

Leia a Coluna Esplanada direto de Brasília

Política

Conselho de Ética notifica deputados Daniel Silveira e Flordelis

Parlamentares têm dez dias úteis para apresentar defesa

Política

Governo reforça diálogo com órgãos de controle sobre ações de enfrentamento da pandemia

As instituições haviam recomendado um lockdown por 14 dias na última semana, medida que não foi aceita pelo governo estadual

Política

STJ pode anular nesta terça (02) processo contra Flávio Bolsonaro

A decisão da 5ª Turma do STJ do último dia 23, que anulou a quebra de sigilo fiscal e bancário do Senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), sozinha, não tem o poder de anular a investigação sobre um suposto […]

Mais notícias

Cultura e Lazer

Namorada catarinense de Whindersson Nunes revela no Instagram onde o “bebê foi feito”

Foto da revelação foi uma das mais curtidas no Instagram no Brasil

Economia

Com queda do PIB, economia chega ao patamar do início de 2019

Em comparação ao último trimestre de 2019, economia ficou 1,2% abaixo