keyboard_backspace

Página Inicial

Economia

Praiana confirma a demissão de mais de 130 funcionários e diz estar de luto

Segundo a Praiana, não restou alternativa a não ser as demissões dos funcionários

Nesta quinta-feira (13), a empresa Viação Praiana confirmou a demissão de mais de 130 funcionários, além daqueles 50 que já tinham sido demitidos deste o início da pandemia.

Segundo a Praiana, não restou alternativa a não ser as demissões dos funcionários. “Infelizmente não há o que possamos fazer para reverter ou amenizar tal situação. Usamos todos os recursos possíveis para mantermos todos os custos e despesas nesse período, mas todos eles foram esgotados”, afirmou.

A Praiana endureceu o tom ao falar das medidas de isolamento, afirmando que a empresa foi “iludida” a cada quinzena com a promessa de que seria autorizada a retomar os trabalhos. A empresa ainda disse estar de luto. “São 57 anos de história, sempre prezando pelo bem-estar. Muitos desses funcionários estão há mais de 20 anos conosco, mas infelizmente precisamos encerrar assim esse ciclo de nossa trajetória”.

Economia

Porto de Itajaí registra crescimento de 194% em toneladas nos últimos quatro anos

Os produtos mecânicos e eletrônicos, os produtos químicos e os têxteis diversos foram os principais itens importados.

Economia

Safra de uva está com frutos de boa qualidade e colheita antecipada em SC

Com menor quantidade de chuva, os parreirais ficaram mais sadios e demandaram menos pulverizações.

Economia

SIME tem 145 vagas de emprego disponíveis em Balneário Camboriú

O Sistema Municipal de Empregos de Balneário Camboriú (SIME) divulga nesta semana 145 vagas de emprego cadastradas. No total, oito vagas são femininas, 132 masculinas e cinco gerais.

Economia

Descubra cinco dicas para economizar nas compras de materiais escolares

O ano letivo começa em fevereiro para as escolas estaduais e municipais de Santa Catarina; compras em grandes varejistas podem garantir economia

Economia

Tarifa de importação de pneus para transporte de cargas é zerada

Imposto de 16% será retirado para diminuir custos para caminhoneiros

Mais notícias