keyboard_backspace

Página Inicial

Cultura e Lazer

Porto Belo Outlet Premium recebe marcas Nike, Acostamento e Fatto a Mano

Com preços acessíveis e produtos de qualidade, o segmento é referência em compras inteligentes

Desde que as imposições pelo distanciamento social do coronavírus começaram, os outlets têm se tornado umas das melhores opções para quem busca uma experiência de compra mais segura. Além de oferecer o atrativo de reunir produtos de diferentes marcas, com qualidade idêntica a dos shoppings. Tudo com descontos que podem chegar a 70% dos valores trabalhados nas lojas convencionais, o ano todo. 

Vantagens que vêm conquistando cada vez mais a preferência do consumidor brasileiro, que não abre mão de estar na moda a um preço acessível. Em Santa Catarina, o Porto Belo Outlet Premium tem investido tanto nos cuidados de higiene e segurança, quanto na variedade do mix de produtos. Prova disso são as três marcas do setor de vestuário que estão começando a operar no complexo: Nike, Acostamento e Fatto a Mano. Além da entrada da rede de farmácias Usifarma, que nos próximos meses terá sua loja própria no espaço.

“Unindo preço justo e qualidade, o outlet tem se tornado referência para o consumidor durante esse momento de baixa do comércio. E a adesão dessas novas marcas ao complexo demonstra exatamente isso. O seu compromisso com o público e o sucesso dessa parceria, em que tanto o consumidor quanto o comerciante saem ganhando”, avalia o superintendente do mall, Michael Domingues.

As novidades

Os apaixonados por Nike, uma das maiores marcas esportivas do mundo, agora poderão encontrar itens das coleções no espaço da QMais Outlet. A loja, de 1.200 m², que há dois anos faz parte do complexo, também conta com produtos da Armani, único outlet que tem a marca sem ser a loja oficial, Adidas, Calvin Klein, Amaro, Stance, além das de moda surf Billabong e Quiksilver.

“Todos nossos produtos têm no mínimo 50% de desconto do valor original, o que possibilita que o cliente compre mais por menos. Com isso, estamos conseguindo driblar a situação e nos manter ativos durante a instabilidade. Além é claro de disponibilizar um ambiente amplo, atento a todos os cuidados necessários”, explica André Vasconcellos de Oliveira Lima, diretor de operações da QMais Outlet 

A Fatto a Mano traz o que há de mais moderno em roupas sociais e casuais masculinas, tudo inspirado no requinte da alfaiataria italiana, marca registrada da loja. São itens que vão da camiseta mais descolada ao tradicional terno completo, tudo segmentado em três linhas de produção própria: Gentleman, Work e Casual. Já a Acostamento traz em seu DNA o toque brasileiro, representado em uma produção ampla de produtos para homens e mulheres cheios de estilo e atitude, com estamparias exclusivas. Cuidado na escolha dos materiais e alto investimento em tecnologia são os diferenciais da marca.

Outra novidade é a chegada da Usifarma, onde o público terá à disposição medicamentos e um mix diferenciado de dermocosméticos e perfumaria com desconto. Que além de oferecer marcas já consagradas como Vichy, La Roche, Loreal e Nívea, também vai apresentar itens da produção própria da farmácia, com destaque para a linha vegana. “O cenário atual é desafiador, mas estamos investindo pensando a longo prazo e apostando no nosso sonho, que era justamente de expor a nossa marca ao público diferenciado que vai no outlet. Já faz um tempo que acompanhamos o crescimento do segmento e ele tem demonstrado essa força até mesmo agora, diante da pandemia”, analisa João Maurício Rodrigues, gerente comercial. 

Sobre o Porto Belo Outlet Premium

Consolidado como o primeiro Outlet de Santa Catarina, o Porto Belo Outlet Premium também é precursor no segmento brasileiro com formato 100% americano. O empreendimento do Grupo Tacla, inaugurado em dezembro de 2017, possui projeto arquitetônico no formato “village”, com amplos corredores a céu aberto, o que permite a circulação da brisa do mar, localizado a 600 metros do mall. Estrutura ideal para esse momento, em que se torna necessário o distanciamento social.

Pensado para toda a família, o espaço conta com mais de 200 marcas nacionais e internacionais, do segmento esportivo, infantil, moda feminina, masculina e decoração. Tudo com até 70% de desconto o ano todo. O mall também possui amplo calendário de lazer e entretenimento, tendo atrações como o Museu da História do Futebol, além de ser pet friendly e oferecer estacionamento é gratuito.  O empreendimento também está atento a questões de sustentabilidade, sendo o primeiro Outlet do país a gerar 100% da energia consumida pela área comum por meio de uma usina própria de energia solar fotovoltaica. Mais informações em: http://www.outletportobelo.com.br.

 

 

Cultura e Lazer

Atriz filma jararaca no teto invadindo quarto do hotel; veja o vídeo

Monique Alfradique que está no Ceará a trabalho, teve o quarto de hotel invadido por uma serpente

Cultura e Lazer

Vídeo emocionante mostra Zezé di Camargo cantando no velório do pai

O seu Franciso José de Camargo, pai da dupla Zezé di Camargo e Luciano, morreu no fim da tarde da última segunda-feira (23), aos 83 anos

Cultura e Lazer

Vai começar o 11º Balneário Saboroso

Valorização da gastronomia regional com pratos exclusivos até 20 de dezembro

Cultura e Lazer

Black Friday do Parque Unipraias terá menor preço do ano

Tarifas promocionais estarão disponíveis somente pela Loja Virtual do parque

Cultura e Lazer

Conheça o cantor Matheus Cuelba, jovem autista que viralizou nas redes sociais

Além de tomografias e outros exames, os médicos também constaram, na época, sintomas de depressão. Junto ao resultado clínico, ele iniciou o tratamento com especialistas e as aulas de violão. “Quando saí da escola que estive por nove anos da minha vida, mudei minha terapia convencional para a terapia ABA. Muitos tópicos que trabalhei no tratamento são os pilares da carreira musical que estou desenvolvendo, como não querer fazer tudo sozinho, ouvir instruções de profissionais e não criar expectativas muito altas. Acredito que o emocional e o profissional são pontos que devem estar em equilíbrio”, diz Matheus. Os desafios do convívio social Ao assistir a desenvoltura do jovem músico nos vídeos publicados nas redes sociais, não se imagina os desafios que existiam no início do tratamento. De acordo com a mãe de Matheus, Cláudia Cuelbas, as sessões de terapia e as aulas de música auxiliaram no enfrentamento dos medos, que, hoje, permitem que ela comemore pequenos momentos em família. “Quando ele começou a terapia, foi muito difícil, pois ele não queria de forma alguma, ficava emburrado e nervoso. Quem vê o Matheus agora nem acredita. A intervenção em ABA foi o que aconteceu de melhor na nossa vida porque os terapeutas são ótimos e têm muita paciência”. Cláudia lembra que as aulas de violão, realizadas em uma escola perto de casa, eram a forma encontrada pelo jovem de expressar seus sentimentos. No quesito profissional, o professor Fabiano aponta a timidez e a falta de confiança como as principais barreiras nas primeiras aulas. Com o tempo, as conversas entre professor e aluno foram além do âmbito musical, possibilitando o crescimento e os resultados, como o vídeo viralizado. Os sintomas no começo do tratamento foram os mesmos constatados pela psicóloga e analista comportamental do Grupo Conduzir, Larissa Aguirre. “Matheus chegou até nós por indicação de sua fonoaudióloga, que conhecia sobre a terapia ABA e sua eficácia. No início da terapia, as principais dificuldades eram de relacionamento social, de lidar com um grande sofrimento emocional e de realizar tarefas do dia a dia com independência”. Modelo de tratamento - ABA Há três anos, o tratamento do Matheus segue o modelo da Análise Comportamental Aplicada, conhecido pela sigla ABA - Applied Behavior Analysis. Trata-se de uma ciência usada para a compreensão do comportamento que vem sendo amplamente utilizada no atendimento a pessoas com desenvolvimento atípico, como o Transtorno do Espectro do Autismo (TEA). A ABA deriva do behaviorismo, que tem como finalidade o estudo do comportamento por meio científico. De acordo com a terapeuta, as principais funções e atividades desenvolvidas pelo músico ao longo dos anos envolvem habilidades de controle financeiro, repertório de autocuidado e autonomia, tolerância em aceitar opiniões divergentes, empatia, aquisição de repertório para conversar sobre temas variados (capacidade antes exclusiva no campo da música), identificação das situações e suas consequências, autoestima, autoconfiança e atenção compartilhada. A psicóloga que acompanha o caso de Matheus comemora: “Foi incrível ver o reconhecimento das habilidades do Matheus. É emocionante acompanhá-lo conseguindo generalizar e utilizar as habilidades aprendidas em contexto natural de maneira adequada. Nós sempre acreditamos no desenvolvimento dele, até mesmo quando para ele era difícil acreditar. E vê-lo recebendo esse carinho e reconhecimento das pessoas é muito emocionante.” Para Matheus, a rede de apoio formada por familiares, amigos e os professores de música é o que o ajuda a realizar os sonhos e insistir em projetos profissionais. “Acho que eles foram as lanternas que iluminaram minha mente escura para novos horizontes e também aqueles que tiraram um momento da aula para ouvir meus lamentos pessoais. Tive sorte de ter uma família fantástica e de ter achado as pessoas certas para construir uma amizade verdadeira”. Autismo de Alto Funcionamento O Transtorno do Espectro Autista (TEA), conhecido como autismo, engloba diferentes condições e graus de dificuldade no desenvolvimento neurológico. De acordo com os dados do Center of Deseases Control and Prevention, CDC, o autismo afeta 1 a cada 54 pessoas no mundo. Assim, a estimativa é que no Brasil existam cerca de 2 milhões de autistas. Os graus de autismo são classificados do mais leve ao mais severo. O diagnóstico proferido ao Matheus em 2014 determinou uma disfunção de Nível 1, a Síndrome de Asperger, também chamada de “autismo de alto funcionamento”, caracterizada pelo atraso na comunicação e na interação social, além do interesse restrito por temas do cotidiano, como a obsessão pela música, que o impedia de conversar e conhecer outros assuntos. “Para dar um exemplo, seria o caso da criança que apresentou pouco ou nenhum atraso da fala em si, mas que possui dificuldade em comunicar seus sentimentos, emoções e fazer ou manter relacionamentos de amizade com seus pares”, exemplifica a mestre e doutoranda em Análise de Comportamento, coordenadora do Instituto de Pesquisa Conduzir, Renata Michel. A especialista ainda explica que, se um indivíduo tem déficits e/ou excessos comportamentais típicos do diagnóstico, a abordagem em ABA, aplicada por um profissional capacitado, pode reverter o quadro por meio de tratamentos corretos que irão aumentar ou diminuir os sintomas, a depender do objetivo, para que sejam apresentados comportamentos mais próximos aos esperados para pessoas da mesma faixa etária. Apesar de ainda ser tema de estudos neurológicos, já é possível afirmar que o funcionamento do cérebro dos autistas é diferente e, por isso, tem uma compreensão distinta de atividades, o que poderia explicar melhores habilidades de foco e memória visual, entre outras características: “Não podemos afirmar que os autistas de alto funcionamento são mais propícios ao desenvolvimento de habilidades focadas, mas sim que o autista de alto funcionamento que possui QI (Quociente de Inteligência) normal ou acima da média pode desenvolver habilidades muito significativas. Apenas 1% da população total de indivíduos com TEA possui o chamado “savantismo”, que considera o desenvolvimento de habilidades extraordinárias”, explica a especialista Renata Michel.

Mais notícias