keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Policial que matou esposa responderá por feminicídio e ocultação de cadáver

A justiça já decretou a prisão de Luis Fernando Palhano Lopes, 52 anos. Ele ficará preso no quartel. Os detalhes do caso foram divulgados há pouco pela Polícia Civil e PM

O policial militar da reserva Luis Fernando  Palhano Lopes, 52 anos, será indiciado por feminicídio e ocultação de cadáver. Ele confessou informalmente ter matado a mulher Karla Silva de Sá Lopes, 28 anos, ao comandante da PM (Polícia Militar) de Itapema, capitão Geraldo Rodrigues. A Justiça decretou a prisão preventiva. Ele ficará detido no 12º Batalhão em Balneário Camboriú.

O delegado Vicente Soares e o  Tenente-Coronel Evaldo Hoffmann falaram sobre o crime e o relacionamento do casal em uma coletiva na manhã desta sexta-feira, 8, em Balneário Camboriú. Segundo eles, o casal morava em Lages, na Serra Catarinense, e veio para Itapema em 2013 após Luis ter ingressado na reserva após 30 anos de serviço na coorporação.

De acordo com Vicente Soares, Luis confessou o crime informalmente, mas não há dúvidas que foi ele, já que todos os indícios e  provas levantadas não deixam dúvidas em relação a autoria do crime. Luis já tinha histórico de violência doméstica. Segundo Soares, ele tem mais de um registro relacionados a uma ex-mulher. 

Entenda o caso

Na quarta-feira, 6, Luis denunciou o desaparecimento de Karla para a central 190 da Polícia Militar. Ele informou que ela havia saído para caminhar pela manhã e não havia retornado. A ligação ocorrreu às 13h30. Após essa ligação, ele divulgou a imagem da esposa pedindo informações sobre o paradeiro em grupos de Watts App e outras redes sociais. Naquela noite ele ainda conversou com a reportagem do portal Visor Notícias, via telefone. Na conversa, repetiu a mesma versão dada ao serviço 190.

A reviravolta no caso ocorreu na quinta-feira, 8, quando Luis se apresentou espontaneamente no quartel da PM de Itapema. Ele confessou o crime e entregou a arma ao capitão Geraldo Rodrigues. De lá, apontou o local onde havia ocultado o corpo da vítima na praia de Taquaras, em Balneário Camboriú.

 Com informações do DC.

 

 

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Segurança

Mulher foragida é presa em operação contra o tráfico de drogas em SC

O objetivo da investigação é coibir o fornecimento de drogas para as regiões de Ascurra, Apiúna e Rodeio

Segurança

Acusado de matar ex-companheira e jogar corpo em lago fica calado na primeira audiência

Ministério Público tem prazo de cinco dias para apresentar alegações

Segurança

Idoso morre esmagado por trator em Santa Catarina

Quando o Corpo de Bombeiros chegou no local da ocorrência, encontraram o homem embaixo do veículo

Segurança

Detento é morto por colega de cela em presídio de Santa Catarina

O corpo foi recolhido pela Polícia Científica para perícia cadavérica

Segurança

Ciclone Yakecan provocou duas mortes no RS e Uruguai

Corpo de Ademar Silveira da Silva foi encontrado na manhã desta terça-feira (17)

Mais notícias

Geral

Explosão faz chuva de pedras atingir carros na BR-101 – veja o vídeo

Pelo menos duas pessoas ficaram feridas e diversos carros foram atingidos por uma chuva de pedras sobre a BR-101.

Geral

Estado já registrou ventos de 75km/h: Defesa Civil monitora tempestade Yakecan

De acordo com a Defesa Civil, até a noite de quarta-feira, 18, o sistema pode se intensificar e ganhar características de Tempestade Tropical, trazendo ventos sustentados, que são contínuos, de 75 km/h.