keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Polícia de SC realiza operação contra lavagem de dinheiro com mandados de busca em três Estados

A organização teria causado prejuízo aproximado de R$2 milhões

Divulgação

Na manhã desta quarta-feira (06), a Polícia Civil de Santa Catarina deflagrou a operação “Stretch” com a finalidade de coibir o crime de lavagem de dinheiro e de buscar a despatrimonialização de um grupo criminoso que praticou diversos estelionatos e fraude na emissão de duplicatas, causando prejuízo aproximado de R$2 milhões.

A ação foi realizada pela Delegacia de Investigação à Lavagem de Dinheiro da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC/PCSC), com o apoio operacional da Delegacia de crimes Fazendários , Delegacia de Combate à Corrupção e da Defraudações, também da DEIC/PCSC, além do apoio das Polícias Civis da Bahia e de São Paulo.

A investigação identificou que um ex-funcionário de uma empresa de logística, em conluio com um empresário, simulou a venda de insumos, emitindo as respectivas duplicatas, sem a efetiva entrega do produto. Após o pagamento os valores foram pulverizados em contas de interpostas pessoas e de outras pessoas jurídicas, a fim de ocultar e dissimular o proveito do crime, além da aquisição de bens de luxo, veículos importados e pagamento de viagens.

As medidas visam a apreensão de documentos capazes de revelar as estratagemas de ocultação e dissimulação de bens e valores, apurar a real situação do patrimônio sem lastro, a identificação de outros bens que não haviam sido identificados, possivelmente em nome interpostas pessoas, mas principalmente sufocar financeiramente a atividade criminosa, com a apreensão e a indisponibilidade de ativos que tenham sido adquiridos ou que sejam frutos de valores auferidos com a prática criminosa.

Ao todo, foram cumpridos 12 mandados de busca e apreensão em três Estados e 6 municípios, além do sequestro de veículos, imóveis e ativos financeiros. Os mandados de busca e apreensão da operação “Stretch” foram cumpridos na Bahia, nos municípios de Salvador, Camaçari e Lauro de Freitas e em São Paulo em Votuporanga. Em Santa Catarina, os mandados de busca e apreensão foram cumpridos em São José e Florianópolis.

As investigações contaram com o suporte técnico do Laboratório de Tecnologia em Lavagem de Capitais e operacional das demais unidades da DEIC/PCSC.

Fonte: Visor Notícias

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Geral

Saneamento de SC avança com mais de R$ 1 bilhão em investimentos

Somente até julho deste ano, a Companhia Catarinense de Águas Saneamento (CASAN) chegou ao maior investimento anual de seus 51 anos

Geral

Pré-escola de SC suspende aulas após suspeita de varíola dos macacos na unidade

Unidade passará por intensa desinfecção para retorno seguro dos alunos

Geral

Membro de facção criminosa é condenado por decaptar homem em SC

A cabeça da vítima foi encontrada no dia 15 de agosto de 2021, boiando em um rio

Geral

Criminosos entram em loja pelo telhado e fazem a limpa em Itapema

A PM segue na procura de indícios de autoria e o Boletim de Ocorrência será encaminhado a Polícia Civil

Mais notícias

Segurança

Prefeito de BC solicita audiência no STJ pra tratar sobre atuação da Guarda Municipal

Só no mês de julho deste ano, a Guarda Municipal de Balneário Camboriú contabilizou 2.925 ocorrências

Segurança

Mãe leva filho para jogar pedras nas casas dos vizinhos

A PM a prendeu em flagrante por maus-tratos