keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Polícia Civil realiza operação contra o tráfico no Norte de Santa Catarina

Operação Rebus ocorreu em Canoinhas e teve desdobramentos em Itajaí, São Francisco do Sul, Mafra, Chapecó, Joinville e Palhoça

A Polícia Civil, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Canoinhas, deflagrou na manhã desta quinta-feira, 14, a operação REPROBUS (em latim significa Santo São Cristovão, fazendo clara alusão ao bairro onde há a maior concentração de integrantes de grupo criminoso), que visa o cumprimento de diversos mandados de prisão e busca e apreensão na cidade de Canoinhas e região. Ao todo foram cumpridos 64 mandados de prisão e 36 mandados de busca e apreensão. Também foram lavrados 03 autos de prisão em flagrante pelos crimes de posse irregular de arma de fogo e tráfico de drogas. Foram apreendidas quatro armas de fogo e drogas.

De acordo com o Delegado Rui Orestes Kuchnir, após intenso trabalho investigativo, a DIC Canoinhas identificou um núcleo da organização criminosa que age dentro e fora do sistema prisional catarinense e está diretamente ligada ao tráfico de drogas, armas e homicídios na região. “Além do mais, referida organização criminosa é responsável pelos ataques a diversos órgãos estatais e atentados contra agentes  públicos, ocorridos nos últimos dias, em Santa Catarina”, explica.

A operação contou com o apoio de aproximadamente 180 policiais civis de diversas regiões do Estado e ocorreu, principalmente, nas cidades de Canoinhas e Três Barras. Também restaram diligências nas cidades de São Francisco do Sul, Mafra, Chapecó, Joinville, Itajaí e Palhoça.

Segurança

Câmeras de monitoramento flagram furto de loja em Brusque

Todos foram presos em flagrante pelo crime de furto.

Segurança

Vídeo mostra passageiros se divertindo pouco antes de acidente com ônibus

O vídeo mostra o clima de alegria e descontração dentro do veículo

Segurança

Vídeo: Jovem que morreu em acidente de ônibus pediu para motorista dirigir devagar

No vídeo, o jovem filma a viagem e pede “o motora, vai devagar”. Dois motoristas se revezavam durante a viagem

Mais notícias