keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Operação com apoio da polícia dos EUA e DF prende em Camboriú investigado por fraudes bancárias

X

Na manhã desta segunda-feira (24), a Polícia Civil de Santa Catarina prestou apoio à Operação “Quick Response” da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), no cumprimento de um mandado de prisão temporária e de um mandado de busca e apreensão. As ordens judiciais foram cumpridas em Camboriú.

A investigação é da Delegacia Especial de Repressão aos Crimes Cibernéticos (DRCC) da PCDF, que no dia 29/03/2019 tomou conhecimento da subtração de R$ 648.143,45 depositados na conta bancária de duas vítimas residentes em Brasília/DF.

Segundo divulgou a PCDF, em ambos os casos, as vítimas receberam, por meio de mensagem de SMS, um mesmo link que as direcionou para uma página falsa de um Banco, passando, posteriormente a receberem mensagens de WhatsApp, em nome do respectivo banco, que as induziu a gerar e posteriormente repassar aos criminosos um QR Code (código de barras bidimensional), vinculado a suas contas bancárias.

De posse de todas essas informações, os criminosos habilitaram um aplicativo bancário de celular em nome das vítimas e subtraíram a quantia acima mencionada por meio de transferências bancárias realizadas para contas de diversos correntistas residentes em várias localidades do Brasil, bem como realizaram pagamento de tributos vinculados a uma unidade específica da Federação.

Para realizar essa e outras fraudes, os criminosos utilizaram serviços relacionados à internet de uma empresa com sede nos Estados Unidos, que não possuía representante no Brasil. Desta forma, a Delegacia Especial de Repressão aos Crimes Cibernéticos – DRCC procurou uma parceria com a Divisão Criminal do Departamento de Justiça dos Estados Unidos, a fim de rastrear os serviços utilizados pelos criminosos em solo estadunidense.

Morador de SC

Após um ano de investigação e com o auxílio da Polícia Federal dos Estados Unidos, foi possível constar a participação de um brasileiro, residente em Santa Catarina, na utilização de recursos de informática localizados em empresas dos Estados Unidos para fraudar contas bancárias de diversos brasileiros residentes em vários municípios e a Capital Federal.

Nesta segunda-feira, então, foram cumpridos os mandados judiciais e o homem preso em Camboriú com apoio dos policiais civis de SC, por meio da Diretoria de Inteligência e do Setor de Investigações e Capturas (SIC) da Delegacia de Polícia de Camboriú. O investigado já registrava antecedentes criminais por crime de fraude bancária cometida pela internet.

Geral

Leilão do Instituto Guga Kuerten segue até o final de setembro

IGK está leiloando camisetas oficiais de times de futebol

Geral

Hospital Marieta se prepara para iniciar tratamentos com radioterapia aos pacientes do SUS

Medida beneficiará os pacientes oncológicos dos 11 municípios que compõem a Amfri

Brasil, Geral

Medidas provisórias liberam R$ 2,5 bilhões para vacinas contra coronavírus

Os R$ 2,5 bilhões serão liberados para o Fundo Nacional de Saúde na forma de créditos extraordinários

Geral

Deputado Kennedy Nunes será relator da denúncia no Tribunal Especial de Julgamento do Governador

Kennedy terá o prazo de 10 dias, contados a partir de segunda-feira (28), para apresentar seu parecer

Geral

Ministro do STF decide que Estado terá que ajudar Hospital Ruth Cardoso com R$ 2 milhões por mês

Estado continua obrigado a prestar suporte mensal de R$ 2 milhões para manutenção dos serviços do hospital

Mais notícias