keyboard_backspace

Página Inicial

Cidades

Óleo de cozinha pode ser deixado junto com recicláveis para coleta seletiva em Camboriú

Confira o itinerário da coleta para saber quando deixar os resíduos em frente à residência

 A Fundação do Meio Ambiente de Camboriú (Fucam) reforça para a comunidade a informação de que o óleo de cozinha usado está sendo recolhido pelo caminhão da coleta seletiva, juntamente com os materiais recicláveis das residências. Ele deve ser deixado em frente à casa, juntamente com os demais resíduos, mas dentro de garrafas pet – ou outros recipientes que não quebram nem permitem que o óleo vaze.

Liara Rotta Padilha Schetinger, presidente da Fucam, reforça a importância da destinação correta do óleo usado. “O óleo de cozinha é altamente poluente para a água, o solo e até mesmo a atmosfera. Para se ter uma ideia, 1 litro de óleo depositado na natureza pode contaminar cerca de 1 milhão de litros de água, o que é aproximadamente o consumido por uma pessoa em 14 anos de sua vida”, explica.

O itinerário da coleta seletiva em Camboriú é realizado por bairros, da segunda-feira ao sábado. Os moradores devem deixar os resíduos recicláveis para coleta logo na primeira hora do dia para garantir que serão recolhidos – já que o caminhão circula em horário comercial, das 7 às 18 horas. Nas segundas-feiras, a coleta é realizada no bairro Areias. Nas terças, o caminhão circula pelos bairros Santa Regina e localidade da Toca. A coleta no Centro é realizada nas quartas-feiras.

Já nas quintas-feiras, o caminhão coleta recicláveis no Loteamento Minela, bairros Lídia Duarte, Cedro e Rio Pequeno, além do loteamento Jardim Paraíso. Nas sextas-feiras, quem deve deixar os resíduos em frente de casa para a coleta são os moradores dos bairros São Francisco de Assis, Rio do Meio e loteamento Santa Clara. Loteamento Jardim Bela Vista e áreas próximas recebem o serviço aos sábados pela manhã.

Quem mora no Distrito de Monte Alegre, onde o serviço de coleta de recicláveis têm sido feito por catadores autônomos e cooperativas locais, conta com coleta de óleo usado de cozinha em seis unidades municipais de ensino: Escola Professor Abalor Américo Madeira e CEI Eurípedes de Paula da Silva, no Conde Vila Verde; Escolas Anita Bernardes Ganancini, CAIC e CEI João de Souza Arruda, no bairro Monte Alegre; e Escola Domingos Fonseca, no Taboleiro.

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Cidades

Governo repassa R$ 7,7 bilhões do pré-sal para estados e municípios

Valor será pago de hoje até a próxima terça-feira

Cidades

Vigilantes de trânsito e PM realizam operação contra transporte clandestino em Navegantes

O secretário da pasta, Joziel José Pereira, explica que constantemente, chegam denúncias no setor, relatando esse tipo de situação e que por isso, a Navetran e Polícia Militar trabalham para combater o problema

Cidades

Navegantes lança revista anual de transparência dos atos públicos

O periódico será lançado uma vez ao ano, sempre com dados do ano anterior

Cidades

Itajaí se mobiliza para enfrentar semana de frio intenso

Ativação de abrigo de inverno nesta terça-feira (17) e intensificação de abordagens sociais são algumas das ações planejadas para acolher população vulnerável

Cidades

Balneário Piçarras ativa abrigo de inverno para moradores em situação de rua

Secretaria de Assistência Social realizará trabalho de campo para localizar os moradores de rua

Mais notícias

Segurança

Jovem de 19 anos morre após capotar o carro e cair em córrego

A vítima teve o corpo parcialmente lançado para fora do carro

Segurança

Jovem é encontrado morto em calçada com a boca cheia de terra

Segundo informações, o jovem foi encontrado em uma calçada, inconsciente e com sinais de espancamento na cabeça