keyboard_backspace

Página Inicial

Cidades

Oficina de flauta ainda tem vagas disponíveis em Camboriú 

Ainda é possível se inscrever para a oficina de flauta ofertada pela Fundação Cultural de Camboriú. Vinte vagas estão em aberto e as inscrições continuam até que as turmas estejam completas. As aulas de sopro fazem parte do projeto Doce Música e são divididas em duas turmas: para crianças de seis a 12 anos de idade e para pessoas com idade a partir de 13 anos. Interessados podem se matricular na Fundação, localizada na Hercílio Zuchi, nº 160, no centro – de segunda a sexta-feira, das 9 às 12 horas e das 14 às 17 horas.
 
A presidente da Fundação Cultural, Judite da Silva Piza, acredita que a oficina é uma oportunidade para os moradores de Camboriú. “São aulas gratuitas, com instrumentos cedidos pela Fundação. Queremos estimular o aprendizado de música e desenvolver talentos da nossa cidade”, aponta.
 
Para se inscrever, é necessário apresentar cópias do CPF, do RG e do comprovante de residência. Crianças menores de 18 anos de idade precisam estar acompanhadas dos pais ou responsáveis. As aulas de flauta serão realizadas às terças-feiras, das 11 horas ao meio dia, com alunos a partir dos 13 anos de idade; e das 16 às 17 horas, para crianças de seis a 12 anos.

Cidades, Geral

Daniela diz em nota ser “contrária ao nazismo” após fala polêmica em coletiva

Jornalista questionou governadora sobre o pai dela ser admirador de Hitler

Cidades

Motorista de caminhão morre e adolescente fica ferido em acidente na BR-101

A colisão ocorreu no quilômetro 25 da BR-101, por volta das meia-noite

Cidades

Parte de casa desaba e mata criança de 2 anos no Litoral Norte de SC

A mãe e uma irmã de 5 anos também ficaram feridas e estão no hospital

Cidades

Prefeito de Florianópolis é acusado de estupro por ex-servidora e alega “armação eleitoral”

A ex-funcionária relata que os abusos teriam iniciado no ano de 2017, o prefeito diz que foi um relacionamento consensual

Cidades

Vaquinha arrecada dinheiro para criança atropelada por moto em Camboriú

A família pede ajuda financeira e de materiais para o uso da menina

Mais notícias