keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Obstrução de hidrômetros dificulta trabalho dos leituristas da Águas de Penha

Nos últimos meses, as equipes da concessionária têm encontrado aparelhos atrás de muros

X
Foto: Divulgação

A falta de acessibilidade aos hidrômetros é uma dificuldade encontrada diariamente pelos leituristas das Águas de Penha, apesar da obrigação do consumidor instalar o equipamento em local acessível e na caixa padrão. Nos últimos meses, as equipes da concessionária têm encontrado aparelhos atrás de muros, mesmo com o uso da caixa padrão de chão, ou com materiais de construção em cima.

Conhecer as regras sobre a instalação dos hidrômetros ajuda o consumidor a evitar problemas. Conforme o regulamento, no imóvel em que não for possível fazer a leitura, o consumidor será notificado da necessidade de desimpedir o acesso ao hidrômetro, através do Termo de Ocorrência de Irregularidade (TOI).

O impedimento da leitura pode ocorrer em ligações padronizadas ou não padronizadas, por difícil acesso ou com a colocação de objetos sobre ou em frente aos hidrômetros, o que impossibilita que o leiturista consiga visualizar a leitura do consumo da água no mês de referência.

Quando o colaborador da concessionária não consegue ter acesso ao hidrômetro, a apuração do volume consumido será feita com base na média aritmética dos últimos 6 meses. A obrigação da correta instalação do hidrômetro está amparada na resolução da Agência Reguladora de Serviços de Saneamento Básico de Santa Catarina (Agesan) e da Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento (Aris).

Fonte: Visor Notícias

Segurança

Mãe espanca filha de 7 anos e deixa criança sem comida por dias; caso é investigado

Como forma de castigo menina era deixada de joelhos na cozinha durante toda a madrugada sem poder dormir

Segurança

Polícia Civil autua em flagrante autor das mortes em Saudades

Preso foi autuado em flagrante por cinco homicídios triplamente qualificados

Segurança

Polícia apreende 167 quilos de maconha em Pinhalzinho

O motorista, de 31 anos, disse que levaria a maconha até o Rio Grande do Sul

Mais notícias

Política

Paulinho apresenta projetos de mobilidade e turismo de Bombinhas para líder do governo Bolsonaro na Câmara

Uma das regiões beneficiadas é a do Mariscal, uma das praias mais procuradas pelos banhistas que todos os anos visitam a cidade

Segurança

Mãe espanca filha de 7 anos e deixa criança sem comida por dias; caso é investigado

Como forma de castigo menina era deixada de joelhos na cozinha durante toda a madrugada sem poder dormir