keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Nova remuneração mínima para o magistério estadual começa a ser paga em Santa Catarina

Aproximadamente 49 mil educadores da rede estadual são beneficiados.

X

O Governo do Estado iniciou nesta terça-feira, (31), o pagamento da remuneração mínima de R$ 5 mil a todos os professores efetivos, temporários (ACTs) e aposentados com ensino superior e carga horária de 40 horas semanais. Aproximadamente 49 mil educadores da rede estadual são beneficiados. A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que estabelece a nova remuneração mínima para o magistério estadual foi aprovada pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc).

“É o nosso reconhecimento ao trabalho de todos os professores. São eles os grandes agentes de transformação e formação das gerações. Desde 2019, trabalhamos e investimos para fazer a Educação de Santa Catarina uma referência nacional. Não é promessa, não é discurso. São ações concretas, cujos resultados já se fazem notar”, disse o governador Carlos Moisés.

O secretário de Estado da Educação, Luiz Fernando Vampiro, destacou que é um aumento expressivo de remuneração, chegando a um patamar de aproximadamente R$ 600 milhões em 2021. Os pagamentos serão retroativos a fevereiro deste ano. Os valores referentes aos meses anteriores serão parcelados e pagos até novembro.

“Quem acompanhou o processo de retomada das aulas presenciais, em fevereiro, sabe que foi um grande desafio. Eu tinha acabado de assumir a Secretaria e fiquei impressionado com os esforços, todos juntos pela educação catarinense. Este é um reconhecimento pelo trabalho dos nossos professores, assim como foi a prioridade na vacinação e como será com a entrega dos notebooks e do novo plano de carreira do magistério”, pontuou Luiz Fernando Vampiro.

O secretário explicou ainda que o Governo do Estado está fazendo um trabalho de descompactação da carreira do magistério. Isso faz com que o profissional inicie a carreira recebendo R$ 5 mil, mas possa progredir na remuneração, com cursos de aperfeiçoamento e capacitação, até o nível de doutorado. Esse projeto de lei deve ser levado ainda neste ano para apreciação da Alesc e, se aprovado, estará vigente em 2022. 

Fonte: Visor Notícias

Geral

Um a cada cinco presos de SC não tem condenação

Dados da SAP apontam que o Estado tem 4,6 mil pessoas presas de forma provisória

Geral

Movimento “OAB Com Sua Cara” é lançado na Capital

Grupo defende a renovação dos quadros e uma Ordem com maior participação de jovens e mulheres

Geral

“Queda de avião” mobiliza bombeiros em SC e socorristas ficam surpresos quando chegam na ocorrência

Os moradores da região avistaram um objeto metálico e acionaram os bombeiros

Geral

BR-282 ganha espaço em meio à liberação de recursos para rodovias federais

A Assembleia Legislativa de SC (Alesc) formalizou nesta semana a criação da Frente Parlamentar Pró-Duplicação da BR-282. A iniciativa é do deputado Valdir Cobalchini (MDB) e ocorreu após uma série de acidentes com óbitos na […]

Geral

Transtorno e prejuízos financeiros na clonagem de WhatsApp

Dificilmente você encontrará uma pessoa que não use o celular nos dias de hoje. Junto a ele o WhatsApp, a rede de mensagens instantâneas mais popular do Brasil e que, segundo uma estimativa superficial realizada pelas […]

Mais notícias

Segurança

Polícia encontra 1,1 mil quilos de maconha dentro de camionete em SC

A camionete havia sido roubada em Cascavel, no Paraná, e estava com placas clonadas

Segurança

Corpo de recém-nascido é encontrado em terreno baldio

Ainda não há confirmação de quem é a vítima e o que aconteceu