keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Notificados sete casos suspeitos de febre amarela em Santa Catarina

Dos casos suspeitos, dois evoluíram para óbito, um residente em Gaspar e o outro morador de Lajeado Grande. Outros cinco são residentes nos municípios de Joinville (1), São José (1), Lages (1), Criciúma (1) e Timbó (1).

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde (Dive/SES) informa que, de 1º a 22 de janeiro de 2018, foram notificados sete casos suspeitos de febre amarela no estado. Todos tiveram histórico de deslocamento para áreas de transmissão, fora de Santa Catarina, e aguardam resultado laboratorial para conclusão da investigação. Santa Catarina não registra casos autóctones (de transmissão dento do estado) de febre amarela desde 1966.

Dos casos suspeitos, dois evoluíram para óbito, um residente em Gaspar e o outro morador de Lajeado Grande. Outros cinco são residentes nos municípios de Joinville (1), São José (1), Lages (1), Criciúma (1) e Timbó (1).

>>> Áreas de recomendação para vacinação 

Os exames laboratoriais estão sendo realizados pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) do Paraná, laboratório de referência em febre amarela para Santa Catarina, e os resultados podem levar até 20 dias para serem liberados.

De 1º a 22 de janeiro deste ano, oito epizootias – ocorrência de um determinado evento em um número de animais ao mesmo tempo e na mesma região – foram registradas em Santa Catarina, com oito primatas não humanos (macacos) envolvidos (ainda em investigação). De acordo com a Gerência de Zoonoses da Dive/SC, houve coleta oportuna de amostras em quatro deles, cujos resultados estão sendo aguardados.

Saiba mais em www.dive.sc.gov.br/febre-amarela.

Vigilância de epizootias 

Os primatas não-humanos (PNH-macacos) são como sentinelas da febre amarela. Por viverem no mesmo ambiente que os mosquitos transmissores (Haemagogus e Sabethes) em área silvestre (restrito às matas), os macacos são os primeiros a adoecer alertando para uma possível circulação do vírus da febre amarela naquela região. Daí a importância em comunicar imediatamente às autoridades municipais de saúde, pois na ocorrência da morte ou adoecimento destes animais, amostras devem ser coletadas em até 24 horas para análise. Alterações no comportamento ou queda repentina no número de macacos em determinada área também devem ser informados. A população pode colaborar para essa vigilância, especialmente quem mora em área rural ou próximo a áreas de mata.

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Geral

Shurastey será cremado nos EUA e enviado junto com corpo de Jesse Koz para Balneário Camboriú

O dinheiro para o translado foi levantado em poucas horas por meio de uma vaquinha online que bateu a meta de R$120 mil

Geral

Presos concluem ensino superior e formatura é realizada dentro de Tribunal do Júri em Itapema

Esta foi a primeira vez na história da comarca que o Judiciário local sediou tal evento

Geral

Prefeitura será investigada por pagar R$ 800 mil por show do Gusttavo Lima

A contratação não é ilegal, mas o Ministério Público questionou a prefeitura sobre como dinheiro do cachê foi arrecadado

Geral

Casal de amigos viu o acidente que matou Jesse Koz e Shurastey

O casal passou o último final de semana junto com a dupla de Balneário Camboriú em um acampamento no Oregon

Geral

Havan é eleita uma das empresas mais inovadoras do sul do país

O prêmio "Campeãs da Inovação mede as 50 empresas e instituições mais inovadoras do sul do Brasil, é realizado há 18 anos pelo Grupo Amanhã

Mais notícias

Mundo

Autora de ‘Como matar seu marido’ é condenada por matar seu marido nos Estados Unidos

Nancy Brophy escreveu um ensaio sugestivo sobre o crime anos antes da morte do cônjuge

Mundo

FBI fez alerta sobre tendência de alta de ataques em massa na véspera de massacre no Texas

Veja números de mortes por armas nos EUA, onde há mais de um ataque em massa por dia.