Quarta, 12 de agosto de 2020
47 99609-9282
Geral

07/07/2020 ás 14h43

AdminX

Itapema / SC

Fiesc promove live com dicas para ajudar na competitividade das empresas
Transmissão tratou de inteligência comercial que envolve busca por fornecedores, planejamento,
Fiesc promove live com dicas para ajudar na competitividade das empresas
X
Foto: Divulgação/Fiesc

Estratégias e ferramentas para pequenas, médias e grandes empresas integrarem cadeias de fornecimentos globais e superarem os entraves mesmo no cenário de crise foram os assuntos debatidos em transmissão realizada pelo Youtube da FIESC nesta terça-feira (7). O encontro reuniu Maria Teresa (Maitê) Bustamante, presidente da Câmara de Comércio Exterior da FIESC, e Gilberto Heinzelmann, presidente da ZEN SA.

Na transmissão, Maitê Bustamante tratou de inteligência comercial, que envolve busca por fornecedores, planejamento, logística e chega até o consumidor final. "Essa inteligência estratégica é essencial e nossa proposta na FIESC é colaborar de forma mais próxima com o empresário catarinense nesse sentido", afirmou. A Federação desenvolveu uma ferramenta que considera o conjunto de atividades da cadeia global, com foco no desenvolvimento de fornecedores, perpassando por fatores como identificação, comparação e negociação.

O presidente da ZEN SA, empresa catarinense do setor automotivo, destacou que só sobrevivem no mercado as empresas que conseguem desenvolver a competitividade. O empresário acredita que os desafios maiores no cenário atual de crise devem motivar a busca por soluções. "Em situações críticas como a que temos agora, é preciso enxergar que soluções e elementos temos para trabalhar", disse Gilberto. 

Os especialistas destacam ainda que a redução da produção, causada pela crise, pode ser, inclusive, uma oportunidade para investir na formação e na educação da equipe e para revisar processos que aumentem a produtividade, por exemplo. "Temos que fazer o melhor com o que temos à disposição. Pode ser o momento para identificar gargalos e fazer uma leitura para a redução de custos e eliminação de desperdícios", recomenda Gilberto. 

A presidente da Câmara de Comércio Exterior da FIESC concorda. "É importante destacar o aproveitamento de um aprendizado. Um deles é o lean. O maior ralo em qualquer indústria, em qualquer operação que se faça, é o desperdício, nada melhor do que usar o aprendizado do lean", reforça Maitê.


 

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados