Quarta, 15 de julho de 2020
47 99609-9282
Geral

30/06/2020 ás 19h24

AdminX

Itapema / SC

Equipes do Governo do Estado atuam em regiões atingidas por vendaval
O governador lamenta as mortes e presta solidariedade às famílias e amigos das vítimas
Equipes do Governo do Estado atuam em regiões atingidas por vendaval
X
Divulgação

s equipes do Governo do Estado, em especial o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) e a Defesa Civil (DC), atendem nesta terça-feira, 30, à população catarinense afetada pelos fortes ventos e chuvas que atingiram Santa Catarina. Os temporais foram registrados em todas as regiões do estado e provocaram três mortes, segundo levantamento do Corpo de Bombeiros Militar de SC até as 18h. Uma idosa de 78 anos faleceu em Chapecó atingida por uma árvore. Um homem, em Santo Amaro da Imperatriz, foi atingido por fios de alta tensão. Em Tijucas, a Força-Tarefa 13 foi acionada para uma ocorrência de Busca e Resgate em Estrutura Colapsada (BREC), com registro de um óbito, além de uma pessoa que segue desaparecida. 


 


O governador lamenta as mortes e presta solidariedade às famílias e amigos das vítimas. Carlos Moisés acompanha pessoalmente o desenvolvimento das ações das equipes do Estado que atendem os municípios atingidos. “O Governo do Estado não medirá esforços para auxiliar os catarinenses neste momento de dificuldade. Nossa missão é reduzir o sofrimento das pessoas”, afirma.  O chefe do Executivo estadual lembrou a rápida resposta do Governo em eventos recentes, como o tornado no Extremo Oeste.


 


O levantamento das Coordenadorias Regionais da Defesa Civil (COREDEC), na tarde desta terça-feira, indicava 25 municípios atingidos no Estado. O trabalho neste momento para reestabelecer os serviços e avaliar a extensão dos danos. Conforme a Defesa Civil, os ventos chegaram a 120km/hora no Morro da Igreja, na Serra, e 11km/hora em Tangará, no Meio-Oeste catarinense, de acordo com boletim das 15h.

Veja os maiores picos, segundo registros da Defesa Civil do estado:


 



  • Morro da Igreja: 120 km/h

  • Tangará: 111km/h

  • Chapecó: 108 km/h

  • Urupema: 104 km/h

  • Campo Belo do Sul: 100 km/h

  • Água Doce: 98 km/h

  • São Joaquim: 96 km/h

  • Xanxerê: 90 km/h


 


Desde o início da tarde, todos os batalhões do CBMSC foram acionados. Uma das regiões mais atingidas foi o Oeste e os principais registros recebidos pela corporação foram queda de árvore e destelhamento.


 


Por volta das 16h45min, quase metade das unidades consumidoras da Celesc estavam sem energia elétrica no estado. Equipes da estatal trabalhavam para retomar o serviço.


 

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados