Segunda, 13 de julho de 2020
47 99609-9282
Economia

26/06/2020 ás 17h06

AdminX

Itapema / SC

Supermercados do RJ tiram de circulação 2 bilhões de sacolas plásticas
Resultado superou a meta prevista pela Associação de Supermercados
Supermercados do RJ tiram de circulação 2 bilhões de sacolas plásticas
X
Fernando Frazão/Agência Brasil

A Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro (Asserj) anunciou hoje (26) a retirada de circulação de 2 bilhões de sacolas plásticas do meio ambiente, um ano após a regulamentação da lei que restringe a distribuição ao consumidor pelos estabelecimentos comerciais de sacolas feitas à base de petróleo. O resultado superou a meta de 40%, prevista para o primeiro ano de vigência da lei, destacou o presidente da Asserj, Fábio Queiróz. Segundo a entidade, a redução atingiu 50% na entrega das sacolas. “Nunca tantas sacolas plásticas descartáveis foram retiradas de circulação em um intervalo de tempo tão curto”, disse Queiróz.

A superintendente da Asserj, Keila Prates, lembrou que a lei prevê, para os próximos três anos, redução de 10% ao ano na circulação das sacolas plásticas, de modo a totalizar a retirada de 70% das sacolas até 2022.

O presidente da Asserj acredita que os supermercadistas associados vão conseguir atingir os 70% de redução bem antes do prazo, tendo em vista que, em apenas um ano, já alcançaram 50%.

O não cumprimento de qualquer das regras impostas pela lei das sacolas plásticas sujeita o infrator às penalidades previstas na Lei de Política Estadual de Educação Ambiental, bem como à aplicação de multa pecuniária em valor a ser estimado entre 100 e 10.000 UFIR. A Unidade Fiscal de Referência (UFIR) é um fator de correção do valor dos impostos no Brasil que ficou exigível a partir de outubro de 2000. Para este ano, o valor da multa corresponde de R$ 355,50 até 35.550,00.


 

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados