Sexta, 03 de abril de 2020
47 99609-9282
Cidades

21/02/2020 ás 14h09 - atualizada em 21/02/2020 ás 18h53

AdminX

Itapema / SC

Grupo CCR, que já opera freeway e parte gaúcha da BR-101, vence leilão do trecho Sul de SC
Tarifa de pedágio inicial será de R$ 1,97
Grupo CCR, que já opera freeway e parte gaúcha da BR-101, vence leilão do trecho Sul de SC
Divulgação

O grupo CCR venceu o leilão da BR-101/SC Sul com deságio de 62% e lance de R$ 1,97 para a tarifa de pedágio, realizado na Bolsa de Valores de São Paulo (B3), nesta sexta-feira (21). O trecho da estrada leiloada tem 220 quilômetros de extensão em Santa Catarina, entre Paulo Lopes, na Grande Florianópolis, até a divisa com o Rio Grande do Sul.


Pelas regras do edital, o vencedor do leilão terá de investir durante o período de concessão R$ 3,4 bilhões e desembolsar outros R$ 4 bilhões em custos operacionais. O vencedor do leilão terá o direito de administrar a rodovia por 30 anos.


A empresa vencedora superou as propostas das concorrentes Ecorodovias e o consórcio Way-101 (formado pela Global Logistic Properties e por construtoras de médio porte).


Já era esperado no mercado um forte apetite da empresa, que conseguirá sinergia importante com outra concessão próxima.


A tarifa-teto estipulada pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) era de R$ 5,19. O Consórcio Way-101 ofereceu R$ 4,36 de tarifa, deságio de 16%. Já a EcoRodovias ofereceu tarifa de R$ 2,51 pelo trecho – 51,63% de deságio. Vencia quem oferecesse o menor valor de pedágio.


O edital prevê, entre outras obras, novas vias marginais, novas faixas adicionais, melhorias de acessos, adequações de faixas de aceleração/desaceleração, pontos de ônibus, canalizações de tráfego e implantação de passarelas.


Além disso, a concessão vai permitir o desenvolvimento do turismo da região. A BR-101 dá acesso às praias mais importantes do estado, como a Praia do Rosa, Ferrugem, Balneário Camboriú, Bombinhas, entre outras.


O trecho concedido engloba os municípios catarinenses de Paulo Lopes, Garopaba, Imbituba, Laguna, Pescaria Brava, Capivari de Baixo, Tubarão, Treze de Maio, Jaguaruna, Sangão, Içara, Criciúma, Maracajá, Araranguá, Sombrio, Santa Rosa do Sul e São João do Sul.


A concessão deverá gerar quase 4 mil empregos. A previsão de retorno aos municípios é de R$ 645 milhões, por meio da arrecadação da alíquota de ISS (Imposto Sobre Serviços).


 

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados