keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Negada liberdade a acusado de matar e decapitar namorada no Vale do Itajaí

De acordo com a denúncia, o feminicídio ocorreu em 20 de janeiro deste ano na residência do casal e teria sido motivado por ciúmes. Na véspera do assassinato, eles foram a uma festa e brigaram. O casal estava junto havia quatro meses

A 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Santa Catarina negou pedido de habeas corpus a um homem acusado de matar, a marteladas, a companheira em Ituporanga. Com a intenção de ocultar o cadáver, ele teria decapitado, esquartejado e espalhado os pedaços do corpo da vítima, de 25 anos, pelas cidades vizinhas.

De acordo com a denúncia, o feminicídio ocorreu em 20 de janeiro deste ano na residência do casal e teria sido motivado por ciúmes. Na véspera do assassinato, eles foram a uma festa e brigaram. O casal estava junto havia quatro meses.

Uma semana depois do homicídio, o acusado, de 33 anos, passou a residir com outra mulher e “assumiu um comportamento frio e dissimulado”, conforme os autos. Num primeiro momento, ele negou envolvimento nos crimes e relacionamento com a vítima. Mais tarde, após cumprimento do mandado de prisão, ele confessou detalhadamente os delitos.

A defesa, por sua vez, argumentou que ele está sofrendo constrangimento ilegal por não haver motivação idônea para a manutenção da prisão preventiva. Disse ainda que o homem “ostenta bons predicados, particularidade que reforça a desnecessidade da segregação cautelar”.

Porém, de acordo com o relator da matéria, desembargador Volnei Celso Tomazini, “a gravidade concreta do delito, sinalizada por meio da violência brutal empregada para ceifar a vida da companheira, e o motivo fútil supostamente ensejador da barbárie, aliados ao comportamento indiferente do paciente após a prática delitiva, revelam a periculosidade do agente e autorizam, por conseguinte, a manutenção da preventiva para acautelar a ordem pública”.

O processo está em trâmite na 2ª Vara da comarca de Ituporanga. Além do relator, participaram do julgamento os desembargadores Norival Acácio Engel e Salete Silva Sommariva. A sessão foi realizada no dia 7 de maio e a decisão foi unânime.

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Segurança

Três pessoas são presas com drogas durante operação “Universo Paralelo” em Florianópolis

A ação faz parte da operação “Universo Paralelo”, que investiga pessoas envolvidas no tráfico de drogas

Segurança

Polícia Civil prende em flagrante dois homens por crimes ambientais em São José

Os presos foram indiciados pelo delito ambiental de poluição em sua forma fundamental

Segurança

Investigação: PC prende suspeitos de cometer vários roubos em Blumenau

Após investigação da DIC/PCSC, quatro homens foram identificados. Entre eles está o principal suspeito da morte de um policial militar rodoviário

Segurança

Morador conta como foi tentativa de resgate de homem que morreu queimado em SC

Carro em que ele estava capotou e pegou fogo. Veja a reportagem do Visor Manhã

Segurança

Motorista que matou idoso durante racha é autuado por homicídio qualificado

O fato ocorreu na Avenida Beira-Mar Norte na madrugada desta sexta-feira (20)

Mais notícias

Segurança

Três pessoas são presas com drogas durante operação “Universo Paralelo” em Florianópolis

A ação faz parte da operação “Universo Paralelo”, que investiga pessoas envolvidas no tráfico de drogas

Segurança

Polícia Civil prende em flagrante dois homens por crimes ambientais em São José

Os presos foram indiciados pelo delito ambiental de poluição em sua forma fundamental