keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Músicas do Dj Ivis são removidas das playlists do Spotify e Deezer após agredir a mulher

O artista ganhou repercussão nacional após a divulgação de vídeos que mostram ele agredindo sua ex-esposa, Pamella Holanda

X

Dois dos principais aplicativos de streaming de músicas do mundo decidiram excluir todas as músicas do artista Dj Ivis de suas playlist. O artista ganhou repercussão nacional após a divulgação de vídeos que mostram ele agredindo sua ex-esposa, Pamella Holanda.

As músicas no perfil do artista, porém, continuam ativas nas plataformas. Porém, as playlists, no algoritmo das redes de música, dão muito mais visibilidade aos artistas. No último dia 08, por exemplo, uma música do Dj em conjunto com o cantor Zé Neto, era capa e primeira faixa da playlist oficial do Spotify “Paredão Explode”, com mais de 1 milhão de seguidores.

Agora, nenhum dos hits aparece mais nas plataformas.

Fonte: Visor Notícias

Geral

Deputado catarinense sofre acidente na BR-282

O acidente teria acontecido após o motorista desviar de outro veículo que estava parado sobre a pista

Geral

Penha faz aniversário e quem recebe o presente são alunos da rede municipal

Os novos brinquedos contribuirão para o aprendizado e desenvolvimento das crianças

Geral

Saúde realiza nesta sexta-feira sete cirurgias no Hospital Santo Antônio em Itapema

Secretário de Saúde, Dr. Alexandre Santos, destacou a importância do município realizar este procedimento

Geral

Vetter inicia construção de novo empreendimento em Piçarras

O Sunrise Tower trará uma visão nova do morar à beira-mar com espaços feitos para compartilhar momentos com a família

Geral

Verão dentro do inverno: SC vai registrar até 30°C antes da onda de frio extremo

Temperaturas máximas devem variar entre 25 a 30°C na tarde de domingo

Mais notícias

Geral

Deputado catarinense sofre acidente na BR-282

O acidente teria acontecido após o motorista desviar de outro veículo que estava parado sobre a pista

Mundo

Estados Unidos lançam ataques aéreos em apoio às forças afegãs

Talibã afirmou que ofensiva matou três dos seus combatentes