keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Mulher vítima de acidente com caminhão na BR-101 é sepultada em SC

Sem condições emocionais de retornar para casa, Anderson e o filho estão na casa da mãe, onde tentam se recuperar da tragédia

X
Foto: Paulo Metling/NDTV

O velório de Sandra Pereira, de 47 anos, na tarde de segunda-feira (8), foi marcado por muita dor e comoção. Anderson Pereira, de 49 anos, marido de Sandra, esteve no velório ao lado do filho de 26 anos.

O casal foi vítima de um grave acidente no último domingo (7), quando a moto em que estavam foi atingida e arrastada por 30 quilômetros por um caminhão. Sandra foi fortemente atingida pelo caminhoneiro que estava sob efeito de drogas. Ela não resistiu aos ferimentos e faleceu no hospital Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí, no domingo.

Para não morrer, Anderson subiu na cabine do caminhão e ainda assim foi agredido pelo motorista com socos. Com medo de perder a vida, ele pulou do caminhão ainda em movimento.

O delegado responsável pelo caso, Uiliam Soares da Silva, disse ao ND+, que o caminhoneiro é do Rio Grande do Sul e voltava de uma viagem a São Paulo.

“Ele afirmou que não ia falar porque não se lembrava dos fatos. Falou que achou que estava num sonho e não sabe nem precisar o que fez. Disse que estava há muito tempo sem dormir, que fez uso de rebite para ficar acordado e que pode ter usado cocaína e remédio tarja preta”, disse Uiliam.

Velório foi marcado por comoção da família e amigos

Angela de Souza é amiga do casal e acompanhava os dois nos passeios com grupo de motociclistas. A moto em que o casal estava era o sonho de Anderson e foi comprada há dois meses. Para ela, o grupo está desolado com a morte de Sandra.

“Nós já havíamos ido com o Anderson a Campo Alegre, mas a Sandra não foi, pois ela não estava se sentindo bem no dia. Porém o Anderson achou o lugar tão lindo que decidiu voltar só para que Sandra conhecesse. Não tenho palavras, ele é uma pessoa que sempre seguiu as normas de trânsito. Estamos desolados”, contou Angela.

Joelma Bertelli é sobrinha de Sandra, ela comentou um pouco sobre a dor que a família vem enfrentando. “A gente não tem palavras para descrever esse momento. A morte é aceitável, mas uma morte trágica como essa não tem explicação. É um momento de muita dor, a gente não tem força. Havia uma família, amigos, uma cidade inteira que amava a minha tia Sandra”, afirmou Joelma.

Sem condições emocionais de retornar para casa, Anderson e o filho estão na casa da mãe, onde tentam se recuperar da tragédia.

Fonte: ND+

Geral

Mulher encontra cobra venenosa dentro de saco de alface

Produto foi comprado em uma rede de supermercado

Geral

Setor de serviços em Santa Catarina tem alta de 9,9% em fevereiro

O volume de serviços em SC no acumulado de janeiro e fevereiro teve crescimento de 7,5%, o maior entre as 27 Unidades da Federação.

Geral

Caixa sorteia R$ 30 milhões da Dupla-Sena da Páscoa neste sábado

Com apenas uma aposta da Dupla-Sena, o apostador concorre a dois sorteios no mesmo concurso. Ganha quem acertar 3, 4, 5 ou 6 números, tanto no primeiro quanto no segundo sorteio.

Geral

Leão-marinho resgatado em SC tinha bala de arma de fogo alojada na cabeça

Ainda na quarta-feira, o pinípede foi hidratado e medicado. Mesmo com todos os esforços da equipe, o leão-marinho morreu no início da manhã desta quinta.

Geral

Ministério Público dá prazo para empresas potencialmente poluidoras apresentarem licenças ambientais em Porto Belo

A multa diária de R$ 5 mil deverá ser aplicada caso deem continuidade às atividades poluidoras sem as devidas licenças após o prazo concedido para regularização

Mais notícias

Geral

Mulher encontra cobra venenosa dentro de saco de alface

Produto foi comprado em uma rede de supermercado

Segurança

Identificado motorista que foi morto a tiros durante perseguição em Porto Belo

Carlos Cezar Favero da Silva, conduzia um Renault/Sandero que foi alvejado com mais de 15 tiros