keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Mulher que foi morta pelo ex-companheiro em barragem de SC estava grávida

Família diz que ela contou para a irmã sobre a gravidez

Foto: Divulgação

Familiares e amigos de Roseli de Fátima Stoll, de 38 anos, assassinada pelo ex-companheiro, em Concórdia, no Oeste do Estado, realizaram um protesto para a retomada das investigações sobre o caso. A manifestação aconteceu na terça-feira (4), em frente à delegacia.  O inquérito foi encerrado pela polícia após a prisão do ex-namorado da vítima, que agora é réu em ação penal. O homem, de 34 anos, confessou ter assassinado e jogado o corpo da ex-companheira no Rio Uruguai, na cidade de Alto Bela Vista, no Oeste, em 2 de dezembro.

Apesar de buscas feitas por bombeiros por 10 dias seguidos, o corpo não foi encontrado. Inconformados, familiares continuaram a procurar pela mulher. Roseli tinha três filhos. “O cara [ex-namorado da vítima] mentiu, blefou, fez aquele aparato dos bombeiros procurar [o corpo] no lago, e não está lá, não. Para eles [polícia], prenderam o cara, eles têm um troféu. E a família igual bobo para cima e para baixo todos os dias, indo no lago, procurando ela”, desabafou o cunhado da vítima, Deonir Faveron, em entrevista ao g1.

O homem havia sido denunciado pelo Ministério Público por homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver no dia 17 de dezembro. No mesmo dia, a Justiça aceitou a denúncia e o tornou réu em ação penal. Roseli Fátima Stoll, de 38 anos, era de Encruzilhada Aratiba, no Rio Grande do Sul, mas morava em Concórdia no Oeste catarinense há pelo menos 4 anos, onde trabalhava como cozinheira em um restaurante. Ela deixou três filhos, de 11, 16 e 18 anos. Os três moram com o pai no Paraná, segundo o cunhado da vítima. Além deles três, Roseli estaria grávida, conforme Deonir. Ela teria contado para a mãe sobre a recente gestação.

“Então, provavelmente, se encontrar o corpo, a gente vai saber que ele [ex-companheiro] não matou só uma mulher e, sim, mais um feto, mais um bebê. Então eu clamo à população de Concórdia, à polícia, ao Judiciário, que seja feita uma investigação mais ampla, mais profunda, para que possa esclarecer esse caso para a família, porque não está esclarecido só com a prisão desse indivíduo”, enfatizou.

Fonte: Oeste Mais

Segurança

Homem morto é levado a posto dos correios para receber pensão

A polícia disse que uma autópsia seria realizada para determinar a causa da morte do homem

Segurança

Homem foragido por fraude no Pará é preso em SC

Nesta segunda-feira (24), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Combate à Corrupção da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Decor/DEIC), prendeu preventivamente um homem que estava com mandado de prisão em […]

Segurança

Polícia procura suspeito de matar mãe e filha no RS

Agentes da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Passo Fundo apuram os motivos para o possível feminicídio

Segurança

Vídeo: Motorista é flagrado duas vezes trocando cerveja com passageiro de outro carro em Florianópolis

Em determinado momento, os automóveis, modelo Chevrolet/Celta, chegam a dividir uma mesma pista

Segurança

Corpo encontrado em SC pode ser de idosa estrangeira desaparecida há mais de 15 dias

Segundo informações da Polícia Civil, há indícios de que o corpo seja da idosa por conta do local e as vestes do corpo

Mais notícias

Geral

Maior investimento em transporte escolar segue com entrega de mais 40 ônibus em Santa Catarina

Mais 40 veículos de transporte escolar foram entregues pelo Governo do Estado aos municípios catarinenses em evento realizado nesta terça-feira, 25, em Palhoça. Esta é a terceira remessa realizada em cerca de um mês, desde […]

Segurança

Homem morto é levado a posto dos correios para receber pensão

A polícia disse que uma autópsia seria realizada para determinar a causa da morte do homem