keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Mulher mata homem que tentou invadir casa em Camboriú

Uma mulher matou um homem esfaqueado em Camboriú. O caso ocorreu na madrugada deste sábado. Por  volta da 1h15, uma guarnição da Polícia Militar foi acionada via central para atender ocorrência em que um homem foi esfaqueado. Ao chegar na rua Monte Bandeira, ele estava no chão apresentando ferimentos nas costas. O Samu esteve no local e atestou o óbito.

Uma mulher se identificou como autora. Segundo ela, a vítima tentou invadir sua residência onde estavam seu marido e filhos. Quando percebeu a presença na área externa, saiu juntamente com seu marido de posse de uma faca de cozinha com o intuito de sua defesa e de seus filhos. Na garagem viu um homem engatinhando entre os veículos e que ao vê-la, tentou avançar contra ela. Neste momento desferiu um golpe e acertou a vítima que saiu correndo e caiu na via ainda com vida. A faca usada foi apreendida e a autora levada à delegacia. Juscelino Barbosa Alves não tinha passagens na polícia de Santa Catarina. Ele era natural de Garanhuns, em Pernambuco.

Segurança

Homem condenado pela morte de criança em igreja morre atropelado

O homem foi atingido por um carro desgovernado enquanto fazia um lanche

Segurança

Adolescente de 13 anos esfaqueia a mãe, padrasto e irmão com ajuda do namorado em Santa Catarina

Após cometerem o crime, eles fugiram e foram localizados pela polícia por conta de denúncias de populares

Segurança

Condenado a 25 anos por feminicídio deverá indenizar os pais e os filhos da vítima

Crime ocorreu em julho de 2019, quando, depois de cortar o pescoço da ex-companheira e matá-la, o réu jogou o corpo de cima de uma ponte no Rio Uruguai

Segurança

Homem que jogou soda cáustica em ex-namorada é condenado a oito anos de prisão em Indaial

Condenação foi por tentativa de feminicídio. Vítima sofreu ferimentos graves e ficou com sequelas

Segurança

Homem sobrevive depois de levar cinco tiros nas costas e na cabeça

Segundo os moradores da rua, cinco disparos de arma de fogo foram ouvidos

Mais notícias