keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

MPSC recomenda que Itapema respeite públicos-alvos prioritários em vacinação contra Covid-19

Intenção do município de vacinar professores não encontra respaldo nos Planos Nacional e Estadual de Vacinação

X
Divulgação

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) expediu nesta terça-feira (09) uma recomendação para que o Município de Itapema adote de forma rigorosa os critérios definidos pelos Planos Nacional e Estadual de vacinação e normas técnicas que estabelecem os critérios de priorização e público-alvo definidos para cada etapa da vacinação contra a covid-19. O município tem o prazo máximo de 48 horas para responder à recomendação.

De acordo com a 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Itapema, foi anunciado pela Prefeitura de Itapema que, com o recebimento do novo lote de vacinas, o município iria vacinar os profissionais da educação. A medida contraria os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde, que já define o público-alvo a ser vacinado com as próximas doses recebidas.

Na recomendação, a Promotora de Justiça Carla Mara Pinheiro esclarece que não há indicação para alteração do grupo prioritário e que o Plano Municipal de Vacinação contra a covid-19 de Itapema, da mesma forma que os planos nacional e estadual, prevê uma sequência de vacinação. Conforme o plano municipal, os professores serão vacinados na quarta fase, após a vacinação dos outros grupos.

A Promotora também considerou o baixo número de pessoas dos grupos prioritários vacinadas, como os idosos, trabalhadores da saúde, pessoas com deficiência, povos de comunidade tradicionais e pessoas com comorbidades, para recomendar a adoção dos critérios de vacinação. 

“A campanha de vacinação foi iniciada ainda no mês de janeiro, com quantitativo muito inferior ao necessário para cobrir o significativo número de pessoas pertencentes aos variados grupos prioritários”, destacou a Promotora de Justiça.

A Promotoria também sustenta a recomendação se baseando em diversas deliberações da Comissão Intergestores Bipartite de Santa Catarina e no “escalonamento vacinal estabelecido pelo Ministério da Saúde e adotado pelo Estado de Santa Catarina e Municípios”.

Uma recomendação do Ministério Público representa uma cientificação expressa e formal da necessidade de providências para resolver uma situação irregular ou prevenir uma irregularidade. O não atendimento pode resultar em medidas judiciais e extrajudiciais futuras.

Fonte: Visor Notícias

Geral

Mulher encontra cobra venenosa dentro de saco de alface

Produto foi comprado em uma rede de supermercado

Geral

Setor de serviços em Santa Catarina tem alta de 9,9% em fevereiro

O volume de serviços em SC no acumulado de janeiro e fevereiro teve crescimento de 7,5%, o maior entre as 27 Unidades da Federação.

Geral

Caixa sorteia R$ 30 milhões da Dupla-Sena da Páscoa neste sábado

Com apenas uma aposta da Dupla-Sena, o apostador concorre a dois sorteios no mesmo concurso. Ganha quem acertar 3, 4, 5 ou 6 números, tanto no primeiro quanto no segundo sorteio.

Geral

Leão-marinho resgatado em SC tinha bala de arma de fogo alojada na cabeça

Ainda na quarta-feira, o pinípede foi hidratado e medicado. Mesmo com todos os esforços da equipe, o leão-marinho morreu no início da manhã desta quinta.

Geral

Ministério Público dá prazo para empresas potencialmente poluidoras apresentarem licenças ambientais em Porto Belo

A multa diária de R$ 5 mil deverá ser aplicada caso deem continuidade às atividades poluidoras sem as devidas licenças após o prazo concedido para regularização

Mais notícias

Segurança

Polícia encontra mais de R$4 milhões na casa de homem morto depois de perseguição em Porto Belo

O motorista, que foi baleado na tarde desta sexta-feira (16), após uma perseguição pela cidade de Porto Belo, não resistiu aos ferimentos e morreu antes de dar entrada no hospital

Turismo

Itapema 59 anos: Visor Notícias produz série de reportagens sobre o município

Seja você morador ou turista, tem cantinhos especiais e históricos que você vai amar descobrir