keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

MPSC recebe as informações sobre fiscalizações de festas e eventos de final de ano

Registros serão enviados às Comarcas para a análise das Promotorias de Justiça e avaliação sobre a necessidade de instauração de procedimentos para apurar os casos

X
Imagem Ilustrativa/Visor Notícias

A Polícia Militar (PMSC), a Polícia Civil (PC), a Vigilância Sanitária Estadual e diversos órgãos municipais de vigilância sanitária responderam aos pedidos de informações do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) sobre as ocorrências e fiscalizações registradas no período das comemorações de final de ano em festas, eventos, restaurantes, bares e casas noturnas que teriam desrespeitado os decretos e normas sanitárias com medidas voltadas ao controle da transmissão do novo coronavírus no estado.  

Além de informarem o número de fiscalizações e autuações, a PC, a PMSC e os órgãos sanitários anexaram os autos e documentos referentes aos casos em que houve algum tipo de intervenção, como advertência, notificação, interdição, lavratura de termo circunstanciado ou instauração de processo administrativo.  

As informações foram tabuladas e organizadas para envio às Promotorias de Justiça com atribuição na área da cidadania e direitos humanos que, nas comarcas, monitoram a aplicação das medidas contra a covid-19.  

A análise das respostas e dos documentos é de atribuição das Promotorias de Justiça, que avaliarão a necessidade de instauração do procedimento necessário a cada caso ou, mesmo, incluirão as informações em procedimentos que já tenham eventualmente instaurado para apurar as situações em que possivelmente houve o descumprimento das normas sanitárias.  

Junto às informações, o Centro de Apoio Operacional dos Direitos Humanos e Terceiro Setor do MPSC também encaminhou material técnico com o objetivo de auxiliar o trabalho dos órgãos de execução que entenderem pela adoção de providências, como modelos de inquérito civil, recomendação e ação civil pública.  

É oportuno salientar que, em muitas comarcas, as Promotorias de Justiça já haviam instaurado diversos procedimentos para apurar os eventuais abusos e descumprimentos às normas em vigor de combate à covid-19 de acordo com mapa de risco de cada região a partir de notícias veiculadas na imprensa, postagens em redes sociais ou mesmo a representação de cidadãos nos canais de atendimento do MPSC, inclusive em regime de plantão.   

Também há casos em que as próprias autoridades e órgãos locais responsáveis pela fiscalização encaminharam a situação ao conhecimento do Ministério Público para os procedimentos cabíveis. Esses fatos podem gerar eventuais inquéritos civis e procedimentos criminais, com posterior termos de ajustamento de conduta, recomendações ou transações penais ou mesmo ações civis públicas e ações penais públicas visando à responsabilização das pessoas físicas e jurídicas envolvidas, compensação por danos morais e materiais coletivos ou até mesmo a interdição dos estabelecimentos.  

As situações em que tais procedimentos sejam necessários e concretizados serão divulgadas individualmente à medida que ocorrerem e no momento oportuno.

Fonte: Visor Notícias

Geral

Prefeitura encontra 20 macacos mortos e faz alerta para vírus da febre amarela na região

Secretaria de Saúde do Município, alerta que existe a grande chance do vírus da febre amarela estar circulando na região

Geral

Idoso de 95 anos que tentou salvar casa de incêndio com pote de sorvete ganha novo lar

Construtora se sensibilizou com a situação e vai construir um novo lar para o casal de idosos

Geral

Vídeo registra momento em que raio cai em posto guarda-vidas e deixa dois bombeiros feridos

O incidente ocorreu na manhã desta sexta-feira (26) e deixou dois bombeiros que trabalhavam no local feridos, um deles em estado grave

Geral

Raio cai em posto guarda-vidas e atinge dois bombeiros na divisa com SC

Dois guarda-vidas estavam no local quando o raio caiu, eles ficaram feridos, um deles em estado grave

Geral

Tecnologia 5G estará disponível em todas as capitais até julho de 2022

Aprovado pela Anatel, edital para o leilão será analisado pelo TCU

Mais notícias

Coronavírus

Três novos casos da variante brasileira da Covid-19 são confirmados em SC

Neste sábado (27), a Secretaria de Estado da Saúde confirmou três novos casos da variante da Covid-19 brasileira, a P1, em Santa Catarina, em pessoas que vieram de Manaus. Os casos foram confirmados pelo Lacen […]

Coronavírus

Covid-19: Técnica de enfermagem morre no hospital de Itapema

Segundo colegas, ela não apresentava comorbidades