keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

MPSC e Governo de SC firmam convênios para fortalecer forças de segurança

A partir de agora, os promotores de Justiça poderão destinar os recursos provenientes de transações penais,

X

Recursos de transações penais, suspensões condicionais do processo e de acordos de não persecução penal poderão ser destinados diretamente às unidades das Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e Instituto Geral de Perícias (IGP) das Comarcas onde foram gerados

As forças de segurança e o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) firmaram, na manhã desta quarta-feira (16), termos de cooperação técnica com a Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Instituto Geral de Perícias (IGP) com o objetivo de contribuir para a resolução mais célere e efetiva de carências das estruturas de segurança pública locais ou mesmo regionais.

Os termos foram assinados pelo Procurador-Geral de Justiça do MPSC, Fernando da Silva Comin, e pelos representantes de cada um dos órgãos envolvidos, o presidente do Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial e Delegado Geral da Polícia Civil, Paulo Norberto Koerich; o Subcomandante-Geral da PMSC Marcelo Pontes; o Comandante Geral do Corpo de Bombeiros, Charles Alexandre Vieira e o diretor do IGP Tiago Petry.

A partir de agora, os promotores de Justiça poderão destinar os recursos provenientes de transações penais, suspensões condicionais do processo e de acordos de não persecução penal diretamente às unidades das Comarcas onde foram gerados.

O presidente do Colegiado Superior de Segurança Pública Paulo Koerich, que representou o Governador do Estado Carlos Moisés, ressaltou que o momento é histórico por não haver protagonismo de pessoas, mas das instituições que unidas chegam a esse acordo. “É uma forma de demonstrarmos a SC e ao Brasil que as instituições quando querem buscam soluções em conjunto na defesa da sociedade, do cidadão e em respeito ao interesse público”, ressaltou.

Para o Procurador-Geral de Justiça do MPSC, Fernando da Silva Comin, a ação surge em um momento importante em que é necessária a unidade entre as instituições para prevenir a prática de crimes e dar respostas rápidas e eficientes quando eles acontecem.

De acordo com o promotor de Justiça Jádel da Silva Júnior, “esta união de esforços entre as instituições de segurança pública e o MPSC é um marco no atendimento de uma demanda histórica dos promotores de Justiça que sempre lutaram para que os valores oriundos em diferentes ações pudessem ser destinados a iniciativas em suas próprias Comarcas, visando qualificar a prestação de serviços públicos à população local”, afirmou.

Fonte: Visor Notícias

Segurança

Vídeo: Jovem que morreu em acidente de ônibus pediu para motorista dirigir devagar

No vídeo, o jovem filma a viagem e pede “o motora, vai devagar”. Dois motoristas se revezavam durante a viagem

Segurança

Foragidos do Pará são presos em Santa Catarina

A ação teve como principal objetivo cumprir mandados de prisão de membros de facção criminosa de âmbito nacional

Segurança

Polícia Civil prende suspeitos de arrombamento na Grande Florianópolis

Os presos foram indiciados como autores do arrombamento a uma empresa de móveis planejados

Mais notícias