keyboard_backspace

Página Inicial

Brasil

Morre o jornalista José Paulo de Andrade, vítima de covid-19

X

Morreu hoje (17) em São Paulo o jornalista José Paulo de Andrade aos 78 anos. Segundo nota divulgada pelo Grupo Bandeirantes, ele estava internado desde o último dia 7 devido à covid-19 e não resistiu às complicações causadas pela doença. “Maior voz da Rádio Bandeirantes, ele estava há 57 anos na emissora”, diz publicação da empresa no Twitter.

José Paulo nasceu em São Paulo e iniciou a carreira profissional, em 1960, como radioescuta na Rádio América de São Paulo. Em 1963, começou a trabalhar na Rádio Bandeirantes como locutor esportivo, função que ocupou pelos 14 anos seguintes. Depois, passou a atuar também como apresentador e comentarista de programas jornalísticos, inclusive na televisão.

Em 1973, estreou no comando do Pulo do Gato, programa que abre as manhãs com notícias e prestação de serviço. Principal trabalho de sua carreira, José Paulo apresentava a atração desde então.

Vários jornalistas deixaram suas homenagens a Zé Paulo, como era conhecido, nas redes sociais. O diretor de jornalismo da Rede Bandeirantes, Fernando Mitre, lembrou dele como “Voz marcante no rádio brasileiro”.

Brasil

Pesquisa mostra que 84% dos brasileiros consideram energia muito cara

Apenas 17% dariam preferência à produção de energia de fontes renováveis.

Brasil

Descoberto grupo do facebook onde funcionários de funerárias publicam sexo com cadáveres

Os casos vêm sendo investigados tanto pelo Ministério Público quanto pela Polícia Federal

Brasil

Recém-nascida morre engasgada depois de amamentação

O Corpo de Bombeiros foi acionado e levou a criança à Santa Casa Álvares Machado, onde foi constatada a morte por parada respiratória

Brasil

Poderosa onda de calor deve fazer temperatura subir aos 42ºC em Santa Catarina

A onda de calor pode ter quebra de recorde entre os dias 30 de setembro e 02 de outubro

Brasil

Bolsonaro anuncia Renda Cidadã para substituir Bolsa Família e Auxílio Emergencial

Para financiar o programa, a proposta é usar os recursos de pagamento de precatório

Mais notícias