keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Morre motorista do carro que caiu no rio com os quatro filhos após fugir de abordagem policial

Homem de 30 anos não resistiu e morreu na manhã deste sábado

O homem de 30 anos, que foi resgatado inconsciente com os quatro filhos, após fugir de uma abordagem policial e cair no Rio Sangão, em Criciúma, no Sul do Estado, durante a tarde de sexta-feira (29), morreu na manhã deste sábado (30).

O motorista foi o último a ser resgatado do carro e chegou a ser transportado pelo helicóptero da Polícia Civil em estado grave ao hospital. O acidente foi registrado na SC-108. A Polícia Militar Rodoviária fazia uma fiscalização quando o homem resolveu fugir da abordagem. Ele tinha passagens por tráfico de drogas.

Os quatro filhos do motorista também precisaram ser reanimados no local, mas, diferente do pai, foram levados para o hospital em situação estável. As crianças têm idade de dois, quatro, seis e sete anos. Elas seguem internadas.

Fonte: Visor Notícias

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Segurança

Criança autista de 3 anos morre após amamentação em Penha

Segundo informações, a mãe da criança amamentou a pequena e em seguida colocou ela para dormir no quarto

Segurança

Criminosos furtam a placenta de catarinense acreditando ser carne

A vítima contou que guardou o órgão há 3 anos, quando teve sua filha, esperando mostrar para ela no futuro

Segurança

Motociclista morre em acidente com carro em SC

Quando os socorristas chegaram, já não havia ninguém no local do acidente

Segurança

PM de Itapema faz operação em áreas de invasão

Operação foi no bairro Alto São Bento

Mais notícias

Segurança

Criança autista de 3 anos morre após amamentação em Penha

Segundo informações, a mãe da criança amamentou a pequena e em seguida colocou ela para dormir no quarto

Segurança

Criminosos furtam a placenta de catarinense acreditando ser carne

A vítima contou que guardou o órgão há 3 anos, quando teve sua filha, esperando mostrar para ela no futuro