keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Morador de SC encontra pedra que pode ser ‘vômito de baleia’ e poderá ficar milionário

Três pessoas ficaram recentemente milionárias após encontrar a tão cobiçada pedra

X
Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação

Um morador de Santa Catarina está na expectativa de ser o próximo milionário após ter encontrado uma pedra na Praia do Poá, em Penha, a qual ele acredita ser o âmbar cinza, conhecido como ‘vômito de baleia’. A substância é considerada rara e muito valiosa. Três pessoas ficaram recentemente milionárias após encontrar a tão cobiçada pedra na Tailândia. Um morador de Itajaí, também teria encontrado a pedra semelhante na Praia da Cabeçudas. O caso ainda está em análise.

Francisco Brites, instrutor de boxe, estava treinando com a esposa, Vanessa Borba quando encontrou a pedra na areia. Por ser bastante parecida com a pedra que o morador de Itajaí encontrou, a situação despertou a curiosidade do casal.  “O mar estava bem agitado, então tinha muitos galhos na praia, e eu acho que foi isso que trouxe a pedra pra praia”, conta. Ele correu para pegar a pedra, que segundo ele “era bem cheirosa”, e flutuava no mar.

Francisco agora quer levar a pedra ao Museu Oceanográfico da Univali, para que os biólogos possam identificar e dizer se é ou não a substância que pode deixá-lo milionário. “Tomara que seja”, torce.

Vômito’ valioso

A substância expelida pela baleia cachalote é muito valorizada e utilizada por fabricantes de perfumes caros, como os franceses. É chamada âmbar cinza, um poderoso fixador para as essências mais caras do mundo. Pela raridade, os valores pagos a quem encontra o tesouro são altos. O curador do museu de oceanografia da Univali (Universidade do Vale do Itajaí), Jules Soto, afirma que apesar de difícil, é possível encontrar a substância expelida pelas baleias cachalotes.

“É pouco provável, mas não é impossível. Como nós temos uma plataforma continental bem larga, os cachalotes são frequentes na costa catarinense, só que bem ao largo, além de 200 km da costa, aí que elas começam a aparecer. É uma rota de imigração deles aqui. Já aconteceu um encalhe de cachalotes em Balneário Camboriú”, explicou o curador.

Em primeiro lugar, temos que entender o motivo de o material ser tão valioso assim. Os casos na Tailândia deixaram um catador de lixo, um grupo de pescadores de tainha e uma dona de casa milionários. A última, Siriporn Niamrin, de 49 anos, arrematou um valor de aproximadamente R$ 1,5 milhão. “Não é exatamente um vômito, é um produto do intestino desses bichos, chamado âmbar cinza”, esclarece Paulo Simões Lopes.

O âmbar cinza é produzido pelas baleias cachalotes. Simões explica que isso acontece porque o animal se alimenta de lulas gigantes, que proporcionam a criação da substância. “Essas lulas têm um biquinho e na digestão da cachalote sobra parte da estrutura, que não é totalmente digerida” O professor afirma que ao longo de suas pesquisas na área já viu muitas baleias cachalote na costa brasileira. No entanto, a substância valiosa é muito rara de ser encontrada nas praias do país e de Santa Catarina. Isso se deve a uma condição geográfica.

Fonte: ND+

Geral

Pelé é internado em hospital de São Paulo para seguir tratamento contra câncer

Assessoria de imprensa do jogador informou que ele tinha passado por exames no hospital

Geral

Vídeo: Pedra gigante desliza na Serra do Rio do Rastro e atinge carro

Um vídeo gravado por um motorista e amplamente divulgado nas redes sociais mostra a pedra já no meio da pista

Geral

“Todo Nicolas Cagezinho”, Dianho aproveita praias de Balneário Camboriú

Em seu instagram, o influecer digital dono de um perfil com mais de 3 milhões e meio de seguidores, publicou um vídeo onde aparece pilotando um jet ski no mar da cidade

Geral

Agricultura entrega documentação para regularizar mais de 1,8 mil imóveis rurais de Abelardo Luz

Com o Programa Terra Legal, a Secretaria da Agricultura fornece o georreferenciamento necessário para que os produtores conquistem a escritura da terra

Geral

Defesa Civil assina termo de compromisso para liberar recursos para novas pontes em São Bento do Sul e Peritiba

O ato contou com a presença do prefeito Antônio Tomazini e do deputado estadual Vicente Caropreso. O valor é de R$ 118.640,60

Mais notícias

Geral

Pelé é internado em hospital de São Paulo para seguir tratamento contra câncer

Assessoria de imprensa do jogador informou que ele tinha passado por exames no hospital

Atendente Virtual Visor

Estou disponível, posso ajudar?

openPopup