keyboard_backspace

Página Inicial

Brasil

Ministro diz que prioridade é ampliar vacinação contra Covid-19

Em entrevista ao Sem Censura, Queiroga elencou preocupações do SUS

Érico Felipe/EBC

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse hoje (24) que a prioridade da pasta é ampliar a vacinação contra a covid-19 com a segunda dose e a dose de reforço diante do aumento de casos de contaminação pela variante Ômicron.

Queiroga participou do programa Sem Censura, exibido pela TV Brasil, e também falou sobre o novo programa lançado pelo ministério para ampliar o acesso de gestantes ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Segundo o ministro, o país deve registrar aumento de casos nas próximas semanas e chegar ao pico de contaminações. Na avaliação de Queiroga, após esse período, poderá ser registrada uma queda rápida, conforme ocorreu em outros países.

“A prioridade é ampliar a cobertura vacinal com segunda dose e a dose de reforço. O Brasil já tem uma campanha bem sucedida, mas há estados onde a cobertura é baixa, que é justamente na região Norte, a capacidade do sistema de saúde nesses locais é menor”, explicou.

Além da vacinação, o ministro afirmou que o governo trabalha no fortalecimento das unidades básicas de saúde (UBS) para realizar o tratamento preventivo de outras doenças durante a pandemia. Segundo Queiroga, o investimento na atenção básica aumentou de R$ 17 bilhões para R$ 25 bilhões. O país conta com mais de 53 mil equipes de saúde da família e 41 mil unidades de saúde em todo o país.

“Nós queremos que a unidade básica de saúde cadastre todos os municípios, que consiga controlar o peso das pessoas, controlar a pressão arterial, combater a hipertensão arterial, o sedentarismo, o tabagismo, o diabetes e saber onde está cada um dos brasileiros”, disse.

Marcelo Queiroga também falou sobre o programa Cuida Mais Brasil, que foi lançado no início deste mês, para ampliar o acesso de gestantes ao serviço público de saúde.

“Precisamos reduzir a mortalidade materna, cuidar da pressão arterial das nossas gestantes, cuidar do peso, fazer com que as gestantes não tenham hemorragia. Quem cuida da infância cuida do futuro do país”, comentou.

Agência Brasil

Fonte: Visor Notícias

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Brasil

Presidente Bolsonaro sanciona MP que torna Auxílio Brasil de R$ 400 permanente

Desembolso anual do governo deve chegar a R$ 90 bilhões

Brasil

Bebê de um ano é encontrado vivo dentro de buraco depois de dois dias desaparecido

O menino desapareceu no domingo (15) e a mãe registrou o desparecimento 24 horas depois

Brasil

Eclipse total com ‘Lua de sangue’ poderá ser visto de todo Brasil neste domingo

Lua de Sangue triplamente especial será visível hoje de todo o Brasil

Brasil

Mega-Sena deste sábado tem prêmio estimado em R$ 35 milhões

A aposta simples, em que o jogador escolhe seis dezenas, custa R$ 4,50

Brasil

“O Aleksandro morreu, não morreu?”; as primeiras palavras do sertanejo Conrado após acordar de coma

Conrado segue internado na UTI do Hospital Regional de Registro, em São Paulo

Mais notícias

Mercado Imobiliário

Arquiteta catarinense Thayane Santana lança projeto “Libertação”

Arquiteta mostra seu lado criativo através de multitalentos

Geral

Sicredi faz entrega dos prêmios finais da promoção Verão Premiado

Além dos dois carros sorteados, a cooperativa entregou na promoção mais de 1500 prêmios