keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

MetSul Meteorologia diz que Santa Catarina enfrentará uma calamidade por conta das chuvas

Acumulados entre essa quinta e sábado podem atingir de 300 mm a 400 mm em alguns pontos

X
Foto: MetSul/Divulgação

O site especializado em meteorologia, MetSul emitiu um alerta nesta quinta-feira (21), informando que a situação das chuvas em Santa Catarina vai se agravar. Conforme o portal, os volumes em pontos do Leste e do Nordeste catarinense podem ser extraordinariamente altos até o sábado, alertam os meteorologistas da MetSul. 

Os acumulados entre essa quinta e sábado podem atingir de 300 mm a 400 mm em alguns pontos, que somados ao que já choveu, acabará trazendo um cenário de enorme perigo à população por inundações e deslizamentos. O que se desenha é uma condição de calamidade em parte de Santa Catarina. 

Grande número de deslizamentos de terra já foram registrados nas últimas horas e os rios começam a transbordar. Enchentes já atingem cidades como Benedito Novo, Rio dos Cedros e Timbó, no Médio Vale do Itajaí, e o número de localidades com inundações vai crescer significativamente. 

A MetSul reforça que o quadro já muito complicado deve se agravar e atingir nível crítico por chuva extrema em pontos de Santa Catarina e do Paraná. O modelo WRF está projetando chuva extrema na ordem de centenas de milímetros, de 200 mm a 400 mm, para pontos do Leste e o Nordeste de Santa Catarina e da costa do Paraná entre esta sexta (22) e o sábado (24).

Com o que já caiu de chuva, o que deixa o solo saturado, e a perspectiva ainda de muita água, antecipa-se se um cenário de extremo perigo para deslizamentos e inundações com grave risco à vida em áreas com maior vulnerabilidade como zonas alagadiças e de encostas.

Apesar de problemas em áreas mais afastadas da costa, no interior dos dois estados, as regiões que mais preocupam são as próximas do oceano no Leste do Paraná e de Santa Catarina, mas, principalmente, no Nordeste catarinense, da região de Florianópolis até Itapoá. Espera-se chuva orográfica, associada ao relevo, capaz de gerar volumes excepcionais de precipitação em curto período (100 mm a 200 mm em três horas).

As áreas de maior perigo são as regiões de Florianópolis, Itajaí, Brusque, Timbó Joinville, Balneário Camboriú, São Francisco do Sul e Blumenau, e os municípios próximos. No Paraná, o maior risco se concentra nas áreas de Guaratuba, Paranaguá e Matinhos.  Municípios do Planalto Norte Catarinense também estão na área de risco crítico com acumulados do início da semana até ontem de 200 mm em alguns pontos.

Fonte: MetSul Meteorologia

Geral

Filhote de cachorro nasce com 6 patas nos Estados Unidos

Os estudos apontam que provavelmente o cachorro tem a deficiência pois era uma parte de um gêmeo no útero "mas quando o óvulo fertilizado tentou se partir, não se separou totalmente".

Geral

Chuva registrada no estado bate recorde e ajuda a normalizar nível de mananciais

Com chuvas acima da média, o nível da Lagoa do Peri voltou a normalidade

Geral

Irmãs são internadas com “doença da urina preta” após comerem peixe

Flávia e Pryscila Andrade foram diagnosticadas com Síndrome de Haff após ingerir arabaiana

Geral

Lagarto estressado: Animal dá “corridão” em biólogo de SC e vídeo viraliza

Biólogo estava "conversando" com animal quando lagarto correu atrás dele

Geral

Família do Mato Grosso do Sul pede ajuda para homem que ficou tetraplégico ao cair de costão em Bombinhas

Eles precisam arrecadar R$20 mil para conseguir levar Wellington de ambulância para Campo Grande (MS), onde tem casa própria e familiares por perto

Mais notícias

Brasil

Auxílio emergencial e criptomoedas deverão ser declarados no Imposto de Renda

Saques emergenciais do FGTS também precisarão ser informados

Coronavírus

Começa distribuição de 3,2 milhões de doses da vacina contra covid-19

Chegada de mais imunizantes permitirá ampliar grupos prioritários