keyboard_backspace

Página Inicial

Notícias Corporativas

Mercado de multipropriedade imobiliária cresce 30% nos últimos cinco anos

De acordo com o relatório “Cenário do Desenvolvimento de Multipropriedades no Brasil 2022”, da Caio Calfat Real Estate Consulting, o mercado de multipropriedade cresceu 30% nos últimos 5 anos, atingindo um VGV (Valor Geral de […]

De acordo com o relatório “Cenário do Desenvolvimento de Multipropriedades no Brasil 2022”, da Caio Calfat Real Estate Consulting, o mercado de multipropriedade cresceu 30% nos últimos 5 anos, atingindo um VGV (Valor Geral de Vendas) de R$ 28 bilhões e 128 empreendimentos lançados, em construção ou já em operação. 

O controle da pandemia da Covid-19 impulsionou o segmento de multipropriedade no segundo semestre de 2021 e início de 2022, apesar do momento delicado da economia brasileira. Foram 28 novos empreendimentos lançados no período, contabilizando cerca de R$ 12,9 bilhões em VGV, atingindo um total de R$ 41,2 bilhões em VGV e 156 multipropriedades. 

Multipropriedade e imóveis de alto padrão: um formato mais acessível de tornar-se proprietário 

A expansão do modelo multipropriedade encontra-se em evidência, em partes, devido ao mercado de luxo estar aquecido. De acordo com uma nova pesquisa da Brain Inteligência Estratégica, nos primeiros meses de 2021, foram 434 unidades lançadas nos padrões Luxo e Super Luxo – que possuem ticket médio (preço privativo) de R$ 1 milhão a R$ 2 milhões, e acima de R$ 2 milhões, respectivamente. Já neste ano, ocorreu o lançamento de 521 unidades, uma variação de 20%. 

Segundo Luciano Dutra, sócio do Gran Paradiso Campos do Jordão Resort, que funciona em regime de multipropriedade, de fato, trata-se de um modelo que promete forte expansão nacional. “O modelo já foi adotado no mundo inteiro como economia colaborativa. Nesse tipo de negócio, é possível adquirir a quantidade que se utiliza de ocupação, evitando desperdício, tendo em vista que todos os custos como condomínios, impostos e o valor do próprio bem, será pago somente de forma proporcional à quantidade do seu uso”. 

“Entre os pontos mais importantes do modelo multipropriedade está a possibilidade de baixar,  o investimento no imóvel, em comparação com a aquisição de um imóvel de forma comum, tendo em vista que haverão outros proprietários”, explica Dutra. “Se um imóvel, por exemplo, custa em torno de R$ 3 milhões, com o regime de multipropriedade, além da possibilidade de adquirir uma fração do imóvel, é possível dividir os custos de despesas ordinárias e extraordinárias com outros proprietários”, complementa. 

Ainda de acordo com dados do relatório, a multipropriedade no Brasil tem mirado destinos turísticos fora do eixo Rio-São Paulo, com opções mais concentradas em regiões de serra, no interior e balneários. “Estamos falando de regiões aconchegantes e que estão fortemente conectadas com o viés turístico, o que acaba atraindo um público maior, que compartilha do mesmo desejo de se afastar um pouco das grandes metrópoles, e deseja desfrutar dos benefícios que a multipropriedade oferece”, finaliza o empresário. 

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Notícias Corporativas

Um quarto das cidades ainda não conta com iniciativas de coleta seletiva

Cerca de 1400 municípios ainda não apresentam nenhuma iniciativa de coleta seletiva, isso representa 1 em cada 4 cidades brasileiras. Os dados inéditos são da última edição do Panorama dos Resíduos Sólidos, publicação de referência […]

Notícias Corporativas

Gartner indica queda de 12,6% do mercado de PCs no segundo trimestre de 2022

O Gartner, Inc., líder mundial em pesquisa e aconselhamento para empresas, destaca que as remessas mundiais de PCs totalizaram 72 milhões de unidades no segundo trimestre de 2022, número que representa uma queda de 12,6% em relação […]

Notícias Corporativas

Mais de 40% dos adultos brasileiros possuem conta em bancos digitais

Os serviços financeiros digitais têm atraído cada vez mais brasileiros. Pesquisa global da Finder, consultoria em investimentos, mostrou que 42,7% dos adultos do país já possuem uma conta em banco digital. O número é 10,7% […]

Notícias Corporativas

Microfranquias crescem e ganham espaço no país

As microfranquias, modelo de baixo custo com investimento inicial de até R$ 105 mil, têm conquistado cada vez mais espaço entre os brasileiros. É o que mostra o levantamento realizado pela Associação Brasileira de Franchising […]

Notícias Corporativas

Abes: setor de TI deve crescer 14% no Brasil em 2022

Apesar de preocupantes, elementos como a inflação e a questão de este ser um ano eleitoral não devem representar um entrave para os investimentos em TI (Tecnologia da informação) no país. Segundo o estudo “Mercado […]

Mais notícias

Geral

Primeiro clube flutuante de SC naufraga na Ilha das Cabras em Balneário Camboriú

Não havia ninguém no local quando a estrutura se desprendeu. A estrutura ficava atracada na margem direita do Rio Camboriú

Cidades

Força-tarefa de Itapema atuou durante toda a madrugada para diminuir estragos do ciclone

Foram registrados em média 150mm de chuva nas últimas 24h e cerca de 26 mil unidades ficaram sem energia elétrica