keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Menina de 11 anos tem perna amputada após acidente com carro alegórico no RJ

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o estado de saúde dela é grave

Uma menina de 11 anos teve uma das pernas amputada hoje após sofrer um acidente na abertura do carnaval do Rio de Janeiro. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o estado de saúde dela é grave. Raquel Antunes da Silva foi socorrida no posto médico do sambódromo e depois levada para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro da cidade, onde passou pela cirurgia.

O acidente aconteceu na dispersão, na Rua Frei Caneca, já fora do sambódromo, onde as pernas da menina ficaram prensadas entre um poste e um carro alegórico da escola de samba Em Cima da Hora, a primeira a desfilar pela Série Ouro na Marquês de Sapucaí.

Testemunhas relataram à GloboNews que a criança estava com a mãe em uma lanchonete nas proximidades do sambódromo e se separou dela para ver a dispersão do desfile. Nesse momento, segundo relato da própria mãe da menina, ela subiu em um dos carros quando ele estava parado, versão corroborada pelas ligas das escolas de samba.

O desfile das escolas de samba chegou a ser interrompido para que uma perícia fosse realizada no local, o que acarretou no atraso de cerca de uma hora nos desfiles seguintes.

Segundo a Polícia Civil, investigações estão em andamento. Além da perícia, imagens de câmeras de segurança foram coletadas e estão sendo analisadas. A escola de samba Em Cima da Hora também afirmou que está apurando as circunstâncias do acidente.

Mãe da menina passou mal com notícia

Na manhã de hoje, a mãe da menina, Marcela Portelinha Antunes, passou mal ao saber que Raquel teve uma das pernas amputada, segundo informações da TV Globo. Marcela está grávida e chegou a desmaiar.

À TV Globo, a mãe de Raquel disse que as pernas da menina ficaram dilaceradas. Uma tia da menina relatou à TV que após 8 horas de cirurgia ela está estável e não corre o risco de perder a outra perna.

Ligas prestam solidariedade à Raquel

A Lierj (Liga das Escolas de Samba do Rio de Janeiro) e a Liesa (Liga Independente das Escolas de Samba) divulgaram uma nota conjunta, por meio da qual lamentam o acidente e prestam solidaridade à Raquel e sua família.

Veja na íntegra:

“As ligas das escolas de samba do Rio de Janeiro estão abaladas e se solidarizam com a família de Raquel Antunes.

A jovem menor subiu no carro alegórico fora do Sambódromo, na Rua Frei Caneca, no Estácio, após deixar a área de dispersão. Prontamente, em menos de dois minutos, ela foi socorrida e levada ao Hospital Sousa Aguiar, onde foi submetida a cirurgias.

Equipes das Ligas e da Escola acompanham o caso na unidade hospitalar ao lado da família desde o primeiro instante e também colaboram com as autoridades. Nesse momento, é preciso esperar a apuração da perícia e autoridades para novos esclarecimentos”.

Fonte: Visor Notícias

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Segurança

Mulher foragida é presa em operação contra o tráfico de drogas em SC

O objetivo da investigação é coibir o fornecimento de drogas para as regiões de Ascurra, Apiúna e Rodeio

Segurança

Acusado de matar ex-companheira e jogar corpo em lago fica calado na primeira audiência

Ministério Público tem prazo de cinco dias para apresentar alegações

Segurança

Idoso morre esmagado por trator em Santa Catarina

Quando o Corpo de Bombeiros chegou no local da ocorrência, encontraram o homem embaixo do veículo

Segurança

Detento é morto por colega de cela em presídio de Santa Catarina

O corpo foi recolhido pela Polícia Científica para perícia cadavérica

Segurança

Ciclone Yakecan provocou duas mortes no RS e Uruguai

Corpo de Ademar Silveira da Silva foi encontrado na manhã desta terça-feira (17)

Mais notícias

Geral

Explosão faz chuva de pedras atingir carros na BR-101 – veja o vídeo

Pelo menos duas pessoas ficaram feridas e diversos carros foram atingidos por uma chuva de pedras sobre a BR-101.

Geral

Estado já registrou ventos de 75km/h: Defesa Civil monitora tempestade Yakecan

De acordo com a Defesa Civil, até a noite de quarta-feira, 18, o sistema pode se intensificar e ganhar características de Tempestade Tropical, trazendo ventos sustentados, que são contínuos, de 75 km/h.