keyboard_backspace

Página Inicial

Notícias Corporativas

Massagens que melhoram as dores no corpo durante o inverno

Em algumas cidades do Brasil, o inverno tem sido cada vez mais rigoroso, com quedas bruscas nas temperaturas. A mudança tão repentina e intensa no clima acarreta diversos problemas de saúde, e até mesmo problemas […]

Em algumas cidades do Brasil, o inverno tem sido cada vez mais rigoroso, com quedas bruscas nas temperaturas. A mudança tão repentina e intensa no clima acarreta diversos problemas de saúde, e até mesmo problemas que algumas pessoas já consideram “normais” são causados pelo frio e podem se agravar com o tempo. 

Há um consenso entre os cientistas de que o clima tem grande influência sobre saúde e bem-estar das pessoas, sendo associado desde alterações em taxas de natalidade até surtos de doenças mais graves. 

No frio, o corpo gasta mais energia para permanecer aquecido, o que pode enfraquecer as defesas do organismo. Além disso, alguns efeitos da queda da temperatura são: aumento de surtos de pneumonia, gripes, alergias, bronquites, queda da imunidade, facilidade na transmissão de vírus, pele ressecada e até mau humor para quem não consegue se adaptar ao frio. Mas uma nova tendência pode ser um tratamento complementar para esses problemas, principalmente em estações mais frias. É o caso das massagens terapêuticas.

Uma tendência aparentemente simples, mas que pode acabar com os incômodos do inverno

Márcio Aono, coordenador técnico da rede de spas especialista em massagens Espaço Prana, diz que “muitas pessoas já passaram por alguma experiência com algum tipo de massagem, mas as massagens no inverno são diferentes. Elas promovem o aquecimento como adicional aos outros benefícios comuns às outras técnicas de massagem, que são essenciais para proteger a saúde, além de serem realizadas em ambientes totalmente preparados para receber os clientes na época mais fria do ano”. 

Além da saúde, a estética também é uma preocupação no frio. Isso porque, infelizmente, nesta estação a maior parte das pessoas acaba deixando de lado algumas atividades físicas e passam a se movimentar muito menos, o que resulta no acúmulo de gordura corporal. Portanto, as massagens no inverno também podem desempenhar funções estéticas, ajudando na diminuição de medidas.

Grandes benefícios para a saúde, bem-estar e beleza

Os benefícios das massagens no inverno são diversos, começando pela hidratação completa da pele, principalmente para regiões do corpo que possuem uma tendência maior de ressecamento, como cotovelos e joelhos, por exemplo.

Além das questões estéticas, a massagem fortalece o sistema imunológico, ajudando a prevenir resfriados e outras doenças respiratórias. A massagem também apresenta outros benefícios, como:

  • Melhora da circulação sanguínea;
  • Alívio das tensões e dores musculares;
  • Hidratação corporal;
  • Momento de autocuidado, relaxamento e bem-estar;
  • Manutenção da saúde mental;
  • Preparação do corpo para o verão.

Depoimento de quem realizou as massagens mais indicadas para o inverno e transformou a estação

Existem pessoas pessoas que amam os dias de temperaturas amenas, mas que também sofrem com os problemas que eles causam. Essa é a história da Regiane Ferraz, que sempre preferiu o inverno, mas que também sofria com dores pelo corpo quando a estação chegava.

Regiane Ferraz, de 53 anos, moradora da zona sul de São Paulo, relatou que junto com o frio também chegavam os problemas de circulação e as dores musculares, mas que encontrou nos procedimentos de massagem a solução para os seus problemas. “Eu sempre gostei mais do frio, mas com o passar dos anos adquiri alguns problemas que me causavam dores pelo corpo. Além disso, sempre tive dificuldades com a circulação sanguínea, principalmente porque trabalhei muitos anos como costureira, ficava sentada a maior parte do tempo, as pernas e costas sofriam mais”, relata Regiane.

“No frio eu confesso que deixo um pouco minhas caminhadas de lado, e isso faz com que as dores aumentem. Mas, quando eu conheci algumas técnicas de massagem para o inverno, tive uma grande melhora na minha qualidade de vida. As minhas favoritas, que trouxeram resultados e um aquecimento superagradável, são a Candle Massage e a Massagem com Pedras Quentes. Hoje, eu realizo as massagens periodicamente e, quando chega o inverno, eu acabo optando por essas técnicas”, continua.

Os procedimentos citados são os mais adequados para o inverno, por trazerem aquecimento corporal. A candle massage, por exemplo, é uma variação da massagem relaxante realizada com parafina cosmética aquecida e aromatizada, substituindo o creme de massagem tradicional. Pelo calor da parafina aquecida e os movimentos de deslizamentos superficiais e profundos, promove-se uma sensação ampliada de relaxamento e bem-estar.

Já a massagem com pedras quentes baseia-se numa técnica ancestral que harmoniza as energias emocionais, mentais e físicas. Utilizam-se os efeitos do calor e as propriedades das pedras vulcânicas de basalto – lisas e macias – em vários pontos estratégicos do corpo. Essa massagem permite a libertação de emoções bloqueadas, oferece um estado de relaxamento, equilíbrio, recuperação física e psíquica, desencadeia uma ação de alívio e conforto e conduz a um profundo bem-estar, calmaria e serenidade.

Onde realizar o procedimento

É muito importante conhecer o spa antes mesmo de realizar o procedimento, principalmente se o mesmo possui estrutura para as massagens no inverno, se possui avaliações positivas e/ou depoimentos de clientes fiéis, como a dona Regiane Ferraz. 

Principalmente no frio, as salas de massagem precisam ser climatizadas e todas as camas terem manta térmica. Esses são os detalhes que proporcionam uma deliciosa sensação de conforto e bem-estar durante os procedimentos no inverno. 

O Espaço Prana Spa está há mais de 16 anos no mercado e possui 5 unidades em São Paulo, onde realiza mais de 30 terapias.

Para mais informações: www.espacoprana.com.br

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Notícias Corporativas

Um quarto das cidades ainda não conta com iniciativas de coleta seletiva

Cerca de 1400 municípios ainda não apresentam nenhuma iniciativa de coleta seletiva, isso representa 1 em cada 4 cidades brasileiras. Os dados inéditos são da última edição do Panorama dos Resíduos Sólidos, publicação de referência […]

Notícias Corporativas

Gartner indica queda de 12,6% do mercado de PCs no segundo trimestre de 2022

O Gartner, Inc., líder mundial em pesquisa e aconselhamento para empresas, destaca que as remessas mundiais de PCs totalizaram 72 milhões de unidades no segundo trimestre de 2022, número que representa uma queda de 12,6% em relação […]

Notícias Corporativas

Mais de 40% dos adultos brasileiros possuem conta em bancos digitais

Os serviços financeiros digitais têm atraído cada vez mais brasileiros. Pesquisa global da Finder, consultoria em investimentos, mostrou que 42,7% dos adultos do país já possuem uma conta em banco digital. O número é 10,7% […]

Notícias Corporativas

Microfranquias crescem e ganham espaço no país

As microfranquias, modelo de baixo custo com investimento inicial de até R$ 105 mil, têm conquistado cada vez mais espaço entre os brasileiros. É o que mostra o levantamento realizado pela Associação Brasileira de Franchising […]

Notícias Corporativas

Abes: setor de TI deve crescer 14% no Brasil em 2022

Apesar de preocupantes, elementos como a inflação e a questão de este ser um ano eleitoral não devem representar um entrave para os investimentos em TI (Tecnologia da informação) no país. Segundo o estudo “Mercado […]

Mais notícias

Geral

Primeiro clube flutuante de SC naufraga na Ilha das Cabras em Balneário Camboriú

Não havia ninguém no local quando a estrutura se desprendeu. A estrutura ficava atracada na margem direita do Rio Camboriú

Cidades

Força-tarefa de Itapema atuou durante toda a madrugada para diminuir estragos do ciclone

Foram registrados em média 150mm de chuva nas últimas 24h e cerca de 26 mil unidades ficaram sem energia elétrica