keyboard_backspace

Página Inicial

Cidades

Marejada 2017 é um sucesso com mais de 220 mil visitantes

Retorno da festa para outubro teve grande aceitação do público e superou as expectativas da organização

X

A Marejada 2017 entra para a história da festa que é realizada em Itajaí há três décadas. Com um total de 220 mil visitantes, mais que o dobro do esperado, a reinserção do evento no calendário de outubro, a nova roupagem e a valorização da gastronomia foram alguns ingredientes que fizeram desta edição um sucesso. Foram 11 dias com portões abertos para famílias de todas as regiões. O balanço completo da Marejada 2017 será realizado pela Secretaria Municipal de Turismo.

“Estamos maravilhados com o sucesso da Marejada 2017. Esta edição é prova de que é possível fazer uma festa com entrada gratuita com muita qualidade, profissionalismo e organização. Acolhemos as famílias com entretenimento, lazer e, é claro, com uma gastronomia de primeira”, destaca o Secretário Municipal de Turismo, Evandro Neiva.

O prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni, também ressalta que o desafio era reposicionar a Marejada no calendário das festas de outubro e aproveitar o grande fluxo de turistas que circulam pela região. “Pudemos comprovar que uma festa não anula as outras, mas se complementam e oferecem aos turistas mais opções culturais. Vamos continuar trabalhando para oferecer serviços de qualidade em todas as áreas para os itajaienses”, destaca.

Com mais de 100 atrações gratuitas, a Marejada 2017 atraiu os mais diferentes públicos. O merecido destaque deve ser dado à gastronomia. Enquanto festa do pescado, o cheirinho dos frutos do mar circulava pelos três pavilhões. O prato mais consumido foi a clássica sardinha na brasa, com nove toneladas comercializadas. Sempre muito apreciado, o bolinho de bacalhau atingiu a marca das 25 mil unidades vendidas.

“A comida está fora de série, o ambiente muito limpo e organizado”, opina Reinaldo dos Santos, morador do Espinheiros que aproveitava a festa com a família. Depois de curtir a Fenarreco, Alexandre Guerra trouxe a família brusquense para aproveitar a Marejada. Ele conta que só ouviu elogios sobre a festa e veio conferir. “Muito bacana a estrutura. Viemos experimentar a gastronomia e está tudo delicioso”, afirma.

A música não parava nos três palcos. A diversidade apresentada agradou quem gosta de rock, pagode, MPB, sertanejo, fado, folclore ou mesmo instrumental. A decoração da festa também ampliou o tempo de permanência na Marejada, afinal o público se sentia acolhido para ficar em um ambiente aconchegante, cercado de música, gastronomia de qualidade e atrações para o público infantil.

A estimativa inicial de 100 mil pessoas foi batida já durante o feriado e chegou à marca de 220 mil ao longo dos 11 dias de festa. “Como apresentamos uma festa completamente reformulada, não tínhamos parâmetro de comparação para estimar o público. Nossas expectativas se superaram e temos certeza que a próxima edição será ainda melhor”, comenta Evandro Neiva.

Marejão e Marejoa

O mascote da Marejada retornou à festa e fez a alegria de todos os visitantes. Adultos ou crianças fizeram fila para abraçar o Marejão, que também teve sua companheira, a Marejoa, inserida novamente nas celebrações. O boneco amarelo completou 30 anos de criação nesta edição da festa.

Festa segura

A Marejada 2017 também foi um sucesso por conta da preocupação com a segurança. Sem nenhum registro de ocorrências graves, todos os visitantes passaram por detectores de metal e 37 câmeras de monitoramento foram espalhadas pelos três pavilhões. Durante todos os dias do evento, Polícia Militar, Polícia Civil, GAP, Codetran e segurança privada deram plantão na festa.

Além da diversão e da segurança, a Marejada 2017 também é fonte de renda extra para trabalhadores de Itajaí e região. Segundo dados da Secretaria de Turismo de Itajaí, foram gerados mais de 300 empregos diretos e indiretos com a festa.

Cidades

Frigorífico da Grande Florianópolis aproveitava carnes vencidas em produtos processados e embutidos

A Polícia Civil de Biguaçu, na Grande Florianópolis, abriu inquérito para investigar um frigorífico que utilizava carnes vencidas em alimentos processados. O estabelecimento foi fiscalizado e autuado pela Vigilância Sanitária da cidade em uma ação […]

Cidades

Secretaria da Agricultura interdita cultivos de ostras e mexilhões da Ponta de Baixo, em São José

Está proibido retirar e comercializar ostras, mexilhões, vieiras, berbigões e seus produtos, inclusive nos costões e beira de praia dessa área

Cidades

Itajaí é a cidade com os imóveis de maior valorização do Brasil

Variação mensal do preço de venda de imóveis residenciais foi de 1,56% em março

Cidades

Prefeito de Itapoá visita Porto Belo para conhecer Leis e Projetos

O objetivo da visita foi conhecer os projetos futuros e obras custeadas por outorga onerosa, regulamentada em Porto Belo através da Lei Complementar 42/2012

Cidades

Audiência Pública discute LDO e PPA em Porto Belo

A Lei de Diretrizes Orçamentárias, - LDO, estabelece as metas e prioridades da Administração Pública para o exercício financeiro seguinte, orientando a elaboração e execução do Orçamento

Mais notícias

Cultura e Lazer

Itapema 59 anos: As pedras misteriosas do Ilhota

O segundo episódio da série vai mostrar pra você que além de lindo esse cantinho mantém muita cultura

Geral

Ciclone deixa Santa Catarina em estado de alerta para ventos fortes

O fenômeno ocorre pela formação de um ciclone no mar, na altura do Litoral do Sudeste de Brasil