keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Mais dois casos suspeitos de fungo negro são investigados em Santa Catarina

Em casos graves, infecção causada por fungo negro pode evoluir para coma e óbito

X
Foto: Portal R7/Divulgação/Zygoli Research Constortium

Santa Catarina tem dois casos suspeitos do chamado fungo negro que estão sendo investigados. O termo é popularmente utilizado para se referir à mucormicose. Nesta terça-feira (8), a Dive/SC (Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina) informou que os casos foram notificados nos municípios de Chapecó e Jaraguá do Sul.

Há ainda um caso suspeito em acompanhamento na cidade Joinville. O caso é de um homem, de 52 anos, que teve diagnóstico confirmado de Covid-19 e possui histórico de comorbidades (diabetes mellitus e artrite reumatoide)

Segundo a Dive/SC, todos os três casos estão aguardando a confirmação feita em laboratório, que pode demorar mais de 25 dias. O órgão estadual não repassou informações sobre sexo, idade ou histórico de comorbidades das duas investigações recentes.

O médico infectologista da Dive/SC, Fábio Gaudenzi, explicou que a mucormicose é uma infecção fúngica invasiva grave e que pode acometer as pessoas que já estão com a imunidade reduzida. Indivíduos diabéticos, com doenças onco-hematológicas ou que utilizam medicamentos imunossupressores são mais suscetíveis à contaminação.

Mucormicose

A mucormicose é uma infecção causada por um fungo da classe Zygomycetes e ordem Mucorales. A contaminação ocorre por meio da inalação de mofo mucoso, normalmente encontrado em esterco, plantas, frutas e vegetais em decomposição.

A doença não é contagiosa, o que significa que não pode se espalhar pelo contato entre humanos ou animais. Mas ela se espalha a partir de esporos de fungos que estão presentes no ar ou no ambiente, que são quase impossíveis de evitar.

Os sintomas iniciais da mucormicose são dores de cabeça, inchaço do rosto e febre. A infecção, que geralmente se manifesta na pele, pode espalhar-se para outras partes do corpo. Em casos graves, pode evoluir para coma e óbito.

O tratamento costuma ser realizado com intervenção cirúrgica para remover os tecidos infectados ou mortos. Em alguns pacientes, a evolução da doença pode resultar na retirada de parte da mandíbula ou do olho.

Também há tratamento medicamentoso, que pode envolver um período de quatro a seis semanas de terapia antifúngica intravenosa, dependendo do quadro clínico do paciente.

Diversos estudos estão sendo realizados no mundo para verificar possíveis relações entre a mucormicose e pacientes com Covid-19, especialmente os que apresentam comorbidades e quadros imunodeprimidos.

Fonte: Com informações do ND+

Geral

Tragédia: Cadeirante não consegue sair de casa e morre carbonizado em SC

Durante o processo de rescaldo do incêndio, o corpo da vítima foi localizado totalmente carbonizado

Geral

Atenção motoristas: Trecho da BR-470 em SC será interditado totalmente neste domingo

Bloqueio da pista está programado para às 5h, com reabertura estimada às 15h

Geral

Havan é três vezes premiada como marca mais lembrada pelos catarinenses em 2021

É a 13ª vez que a reade varejista é finalista do Top Of Mind em Santa Catarina

Geral

Relatório do IMA aponta que 78,8% dos pontos analisados no Litoral estão próprios para banho

De novembro a março, considerado alta temporada, os resultados das amostras são divulgados toda semana

Geral

Paulinha homenageia Hospitais filantrópicos em sessão especial da Alesc

Paulinha afirmou que a homenagem foi a forma encontrada para trazer luz ao trabalho edificado pelas mãos dos profissionais e dirigentes das unidades de saúde

Mais notícias

Coronavírus

Matriz de Avaliação de Risco Covid-19 aponta 13 regiões no nível moderado

Houve melhora nos indicadores das regiões Alto Vale do Itajaí, Nordeste e Oeste

Segurança

Mãe que abandonou bebê em geladeira é presa pela Polícia Militar

Suposta mãe da criança entregou um embrulho para vizinha, há um ano atrás, dizendo que era um pedaço de carne

Atendente Virtual Visor

Estou disponível, posso ajudar?

openPopup