keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Macabro: Corpo de homem foi carbonizado e separado em 419 partes para ritual

Assassino foi condenado por matar, mutilar, carbonizar e beber o sangue da vítima

Antes da condenação de André Soares Ferreira, 39 anos, que foi condenado a quase três décadas de reclusão por matar, mutilar, carbonizar e beber o sangue de Antônio Carlos Pires de Lima, 33, houve um intenso trabalho de investigação, perícias de local e laboratoriais, além da utilização de uma série de técnicas científicas para determinar a dinâmica do assassinato brutal.

Ocorrido na região de Samambaia Norte, em Brasília, em 4 de outubro do ano passado, a barbárie reduziu o corpo da vítima a 419 fragmentos ósseos que estavam carbonizados. O trabalho de peritos médicos legistas do Instituto Médico Legal (IML), dos peritos do Instituto de Criminalística (IC) e dos profissionais do Instituto de Pesquisa de DNA Forense (IPDNA) foi fundamental para esclarecer os detalhes do crime.

Equipe da Seção de Antropologia Forense do IML e peritos do IC foram ao local do homicídio e identificaram inúmeros fragmentos ósseos carbonizados e calcinados. O material foi separado em dois blocos para a avaliação pericial. O primeiro deles, após exame externo e dissecação local, apontou para vestígios de tecidos de partes moles (músculo) e tecido ósseo, compatíveis com partes da extremidade cefálica, região cervical e cintura escapular humana.

Condenação

O Tribunal do Júri de Samambaia condenou, nessa segunda-feira (18/4), o autor do crime. Ele matou, mutilou, carbonizou e bebeu o sangue da vítima. Por todos os crimes, foi condenado a 28 anos de reclusão, 1 ano e 6 meses de detenção e 30 dias-multa, em regime inicial fechado.

Os jurados aceitaram as qualificadoras apresentadas pela Promotoria de Justiça do tribunal: motivo fútil e uso de recurso que dificultou a defesa da vítima. O réu confessou ter alterado a cena do crime para dificultar a investigação. A destruição de cadáver foi caracterizada pelo fato de o criminoso ter carbonizado completamente o corpo da vítima.

“Merece destaque nessa investigação o comprometimento e a excelência do trabalho realizado pelo IML e IPDNA, os quais identificaram e relacionaram a ossada encontrada como sendo da vítima. Também importante ressaltar o excelente trabalho e empenho da Vara do Júri de Samambaia e Promotoria do Júri da Samambaia”, explicou o delegado Rodrigo Carbone, que conduziu a investigação.

O crime

Os restos mortais da vítima foram encontrados em um terreno baldio na região de Samambaia Norte. O delegado adjunto da 26ª Delegacia de Polícia, Rodrigo Carbone – que conduziu as investigações –, diz que a vítima foi morta enquanto dormia em um sofá que estava na casa abandonada, palco do crime. “Apuramos que a vítima foi morta a golpes de tesoura e teve a boca tampada pelas mãos do autor, que usava uma luva de motociclista”, detalhou.

Fonte: Metrópoles

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Segurança

Mulher filma a morte do próprio companheiro que pulou de penhasco para o mar

A autópsia do corpo da vítima revelou que o impacto não foi a causa literal da morte

Segurança

Motorista bêbado atropela dois estudantes na frente de escola

O motorista foi rendido por populares e confessou ter ingerido bebida alcoólica

Segurança

Ladrão finge ser fotógrafo, furta bolsa de mulher em Porto Belo e acaba preso pela PM

Mulher usou rastreador do celular para localizar o bandido que foi preso em Bombinhas

Segurança

PRF apreende 186 kg de maconha em Joinville

Flagrante ocorreu durante abordagem a um automóvel, emplacado no município paranaense de Almirante Tamandaré

Segurança

Motorista com sinais de embriaguez cai e rio e foge do local com o pé quebrado

De acordo com o motorista, um veículo branco teria cortado a sua frente, e o mesmo perdeu o controle da direção

Mais notícias

Tempo

Defesa Civil de SC alerta possível formação de tempestade subtropical Yakecan

Em Santa Catarina, ventos podem ultrapassar os 100 km/h nos pontos mais altos

Geral

Morre o empresário Stalin Passos em Itapema

O velório ocorre nesta terça-feira (17) na Câmara Municipal de Itapema