keyboard_backspace

Página Inicial

Política

Luciano Hang tem conta no Twitter suspensa em novo desdobramento de investigação do STF contra fakenews

O Supremo Tribunal Federal (STF), durante investigação por suposta disseminação de fakenews, excluiu contas de aliados ao presidente Jair Bolsonaro no Twitter nesta sexta-feira (24). A exclusão foi decisão do ministro Alexandre de Moraes.

Os perfis são do empresário catarinense Luciano Hang, de Edgard Corona, Otávio Fakhoury, Bernardo Kuster, do presidente do PTB, Roberto Jefferson, do blogueiro Allan dos Santos e do assessor do deputado estadual de São Paulo Edson Salomão.

Essas mesmas pessoas foram alvos de buscas e apreensões autorizadas pelo ministro em maio, ainda em desdobramento do inquérito das fakenews, que apura ataques a ministros da Suprema Corte e disseminação de notícias falsas.

Na época, Moraes determinou o bloqueio de contas em redes sociais, como Facebook, Twitter e Instagram, de 16 investigados.

Em nota, o Twitter disse que “agiu estritamente em cumprimento a uma ordem legal proveniente de inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF)”.

Política

Instalação do tribunal especial de julgamento do impeachment ocorre nesta sexta (25)

Caberá ao relator sorteado apresentar um parecer quanto à admissibilidade ou não da denúncia

Política

Sorteio de desembargadores para o tribunal de impeachment será quarta-feira

Após a homologação do sorteio, o presidente Ricardo Roesler comunicará imediatamente os sorteados, caso não estejam presentes na sessão, e a presidência da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc)

Política

Definido rito para escolha dos deputados que vão compor tribunal misto

A escolha dos membros do tribunal será na sessão ordinária desta quarta-feira (23)

Política

Moisés nega renúncia e crê em salvação no tribunal misto

Em entrevista, Moisés disse que não se sente traído pelos parlamentares e afirmou que muitos deles votaram desconsiderando o mérito

Política

Tribunal de Justiça recebe processo de impeachment movido contra governador e vice

Os autos do processo foram recebidos no protocolo administrativo pelo diretor-geral judiciário do Poder Judiciário de Santa Catarina (PJSC), Maurício Walendowsky Sprícigo

Mais notícias