keyboard_backspace

Página Inicial

Turismo

Lideranças discutem Selo Destino Seguro para turismo de Balneário Camboriú

Estabelecimentos ligados ao turismo precisarão cumprir uma série de requisitos

X
Foto: Divulgação

“O selo Destino Seguro trará credibilidade às vendas de pacotes para Balneário Camboriú por parte das agências de viagens, será um diferencial fundamental na nossa retomada”. A afirmação é do presidente do Sindisol, empresário Isaac Pires, e foi dada ontem (10) durante o anúncio do lançamento do selo municipal na cidade.

O encontro aconteceu à tarde, no Hotel Sibara, e reuniu trade turístico e poder público. Atualmente, as operadoras de turismo já confirmam Balneário Camboriú como um dos destinos mais seguros do país. “Já existem reservas futuras nos hotéis e, o turismo como um todo, aposta em uma retomada gradativa e segura da economia”, comenta o presidente.

Por meio de iniciativa de membros do trade turístico e do Poder Público Municipal, este selo vem para formalizar os cuidados que hotéis, pousadas, bares, restaurantes e diversos segmentos do turismo do município se responsabilizam em cumprir para diminuir os efeitos da crise sanitária e fomentar a economia na região.

Para conquistar o selo “Destino Seguro”, os estabelecimentos ligados ao turismo precisarão cumprir uma série de requisitos da Secretaria de Saúde e Vigilância Epidemiológica. Além disso, precisam estar previamente cadastrados no Cadastur, do Ministério do Turismo.

Preenchendo todos os requisitos e enviando online as documentações solicitadas no site do Destino Seguro, automaticamente será gerado o selo e também um QR Code. O QR Code vai facilitar aos turistas e moradores conhecerem os detalhes do programa de qualificação. A informação também servirá para que os estabelecimentos possam divulgar esta ação do turismo nas redes sociais, sites e afins.

O objetivo da campanha é a máxima adesão dos operadores de turismo do município e também para que Balneário Camboriú conquiste o selo internacional, de mesmo nome, da WTTC (World Travel & Tourism Council).

Com esse reconhecimento, a cidade será vista como uma cidade segura para o turismo, pois segue protocolos e regras reconhecidas internacionalmente para controle da Covid-19. Florianópolis e Salvador são as únicas duas cidades brasileiras que possuem este selo internacional no momento.

Também participaram deste debate o secretário de turismo, Valdir Walendowsky, o presidente do Comtur, Osny Maciel, e membros da Secretaria de Turismo, Saúde e Vigilância Epidemiológica, além de representantes da hotelaria, da Marina Tedesco e do Balneário Camboriú Convention Visitors Bureau.

Turismo

Maior roda gigante da América Latina será inaugurada em dezembro

A expectativa é que a FG Big Wheel receba entre 450 mil e 600 mil pessoas por ano

Mais notícias