keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Líder de facção criminosa do Pará é preso em Santa Catarina

X
Polícia Civil/Divulgação/Visor Notícias

Na manhã desta terça-feira (22), uma operação conjunta entre a Polícia Civil de Santa Catarina e a Polícia Civil do Pará resultou na prisão na cidade de Timbó (SC) de um homem apontado como liderança de uma facção no Estado do Pará.

Ele seria chefe de uma organização criminosa nacional atuante no Estado do Pará e estava escondido no município catarinense. O preso possui três mandados de prisão expedidos pela Justiça pelos crimes de organização criminosa, tráfico de drogas e homicídios. Também é suspeito de ordens para ataques e mortes de agentes e instituições de segurança pública no Pará. Durante a investigação, a Polícia Civil representou por um mandado de busca e apreensão no apartamento em que ele estava refugiado, em Timbó, o que foi deferido pela Justiça e cumprido pelos policiais civis.

Participaram da operação pela Polícia Civil de SC policiais civis da Diretoria de Inteligência, da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE), da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Palhoça e da Delegacia de Polícia de Timbó. Pela Polícia Civil do Pará atuaram policiais civis do Núcleo de Inteligência e da CORE.

Integração

O trabalho integrado entre as Polícias Civis dos dois Estados foi fundamental para a localização e a prisão do homem.

Segurança

Barbeiro desaparecido em Joinville teria fugido por conta de dívida com agiota

O morador de Joinville estava desaparecido desde a última terça-feira (13)

Segurança

Casal é condenado por matar três filhos recém-nascidos no Paraná

A mulher foi condenada a 63 anos e 8 meses de prisão e o homem a 48 anos e 4 meses, pois foi absolvido do primeiro homicídio

Segurança

Adolescente menor de 15 anos leva tiro no rosto durante briga em bar de Balneário Camboriú

O primo da vítima levou o jovem até o hospital Ruth Cardoso e o deixou na unidade de saúde

Segurança

Médica filha de prefeito está desaparecida há três dias

Policia Civil revela que caso é extremamente delicado

Mais notícias