keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Liberado o cultivo de moluscos em Penha e Porto Belo

Santa Catarina é o maior produtor nacional de moluscos, com 39 áreas de produção distribuídas em 11 municípios do Litoral

X
Julio Cavalheiro/ Arquivo/ Secom/Visor Notícias

A Secretaria da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural anuncia a liberação dos cultivos de ostras, mexilhões, vieiras e berbigões das localidades de Armação do Itapocorói e Praia Alegre, no município de Penha, e de Ilha João da Cunha, Perequê e Araçá, em Porto Belo.

As áreas foram liberadas para retirada e comercialização de moluscos após apresentarem dois resultados consecutivos negativos para a ficotoxina Ácido okadaico, também chamado de toxina diarreica. A Secretaria da Agricultura mantém ainda a interdição nas localidades de Barra e Laranjeiras, no município de Balneário Camboriú. Nesse local é proibida a retirada e comercialização de ostras, mexilhões, visitas e berbigões.

Monitoramento constante

A Cidasc intensificou as coletas para monitoramento das áreas de produção de moluscos interditadas e arredores. Os resultados dessas análises definirão a liberação ou a manutenção da interdição. Os locais de produção interditados serão liberados após dois resultados consecutivos demonstrando que os moluscos estão aptos para o consumo.

Santa Catarina é o único do país que realiza o monitoramento permanente das áreas de cultivo. O Programa Estadual de Controle Higiênico Sanitário de Moluscos é um dos procedimentos de gestão e controle sanitário da cadeia produtiva, permitindo maior segurança para os produtores e consumidores.

Maricultura em Santa Catarina

Santa Catarina é o maior produtor nacional de moluscos, com 39 áreas de produção distribuídas em 11 municípios do Litoral. O setor gera mais de 1.900 empregos diretos e a produção gira em torno de 13 mil toneladas de mexilhões, ostras e vieiras.

Geral

Banhistas encontram baleia morta em praia de São Francisco do Sul

Equipes vão realizar necropsia para identificar causas da morte do animal

Geral

Transplantes de órgãos: Governo regulamenta lei que institui selo “Santa Catarina por uma Nova Vida”

Santa Catarina ficou em segundo lugar em doações de órgãos no primeiro semestre deste ano

Geral

Menina encontrada viva em saco funerário morre pela segunda vez

Timesha Beauchamp, de 20 anos, teve graves danos no cérebro após passar horas em saco funerário

Geral

Gêmeas siamesas separadas em hospital recebem alta e se veem pela primeira vez

Meninas foram tratadas em Londres e foram liberadas para voltar para casa no Paquistão

Geral

Baleia que encalhou em Imbituba será tratada em Centro de Reabilitação de Florianópolis

De acordo com a médica veterinária e responsável técnica do PMP-BS, em Florianópolis, Marzia Antonelli, o cetáceo estava prostrado, bastante estressado, mas responsivo aos reflexos vitai

Mais notícias