keyboard_backspace

Página Inicial

Economia

Leite deve chegar a R$7,00 em Santa Catarina nos próximos dias

Apesar do aumento iminente, a expectativa era de que o produto teria uma redução no preço após aprovação na Alesc do Projeto de Lei que manteve o ICMS em 7% até o fim do ano que vem

Imagem Ilustrativa/Pixabay

O leite deve pesar no bolso no consumidor catarinense nos próximos dias. Segundo informações do Sindileite (Sindicato das Indústrias de Laticínios e Produtos Derivados) o litro do produto pode chegar aos R$7,00. Os pequenos mercados do estado já vêm praticando esse preço.

Apesar do aumento iminente, a expectativa era de que o produto teria uma redução no preço após aprovação na Alesc do Projeto de Lei que manteve o ICMS em 7% até o fim do ano que vem.

No início de maio ainda era possível comprar o litro por R$ 4,60 em grandes redes de supermercados. Acontece que praticamente as cadeias produtivas se desestruturaram uma parte em função da pandemia, a outra parte quando estava se recuperando iniciou a guerra na Ucrânia, o que resultou em uma forte subida do preço.

Levantamento da Faesc (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina) na década de 90 tinham 70 mil produtores de leite e agora em 2022 são 24 mil.

Em maio, as indústrias pagaram o litro do leite que sai do produtor, mais o frete do primeiro percurso, entre R$ 2,85 e R$ 2,90. “Esse é o preço que a indústria estava adquirindo em maio. Mês de junho vai subir de novo. Eu acredito aí que vai chegar acima de R$ 3”, disse.

Já o leite chamado spot, que as indústrias vendem entre elas, fechou essa segunda quinzena de junho na média de R$ 4,15. O custo do leite para o produtor, segundo os dados da Epagri (Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina) está entre R$ 2,20 e R$ 2,30. Após o processo de industrialização até chegar aos mercados são mais R$ 1,50, ou seja, um total de R$ 3,70

Fonte: Visor Notícias

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Economia

Itapema é a 7ª cidade que mais gerou empregos em SC até maio

Segundo o governador Carlos Moisés, o resultado confirma o momento de crescimento econômico acelerado vivenciado pelo estado com a melhora do cenário epidemiológico no enfrentamento da pandemia de Covid-19

Economia

Lojas do Fort Atacadista de SC passam a aceitar todos os cartões de crédito

Além da economia e variedade, os clientes das 32 lojas no estado já contam com mais essa facilidade no pagamento; novidade passa a valer também para o Delivery Fort

Economia

Altevir Baron é finalista do Prêmio Personalidade de Vendas 2022

Diretor de mercado da FG Empreendimentos representa o segmento da construção civil nesta que é umas das mais tradicionais premiações do mercado

Economia

Tarifa do gás natural para a indústria aumenta 41% em julho

Para a FIESC, elevação da tarifa é consequência da não concretização do mercado livre de gás, já previsto em lei, mas ainda não regulamentado; impacto é negativo para a competitividade da indústria catarinense, com aumento de custo de produção

Economia

Safra catarinense de pitaia é 75% superior a 2021

Segundo o engenheiro-agrônomo Ricardo Martins, extensionista rural da Epagri em Maracajá, grande parte do aumento de produção se deve à transformação dos pomares jovens em adultos e não ao aumento da área plantada

Mais notícias

Saúde

Total de casos de varíola dos macacos no Brasil sobe para 37

No estado do Rio, há seis pacientes com a doença

Geral

Piçarras abre inscrições para casamento coletivo

Evento para 30 casais acontece em dezembro