keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Justiça nega reparação a idoso que perdeu R$ 130 mil no golpe do bilhete

Em dezembro de 2016, o idoso foi abordado por dois homens que o convenceram a realizar a operação bancária para a conta de terceiros

A 3ª Câmara Civil do TJ, em matéria sob a relatoria da desembargadora Maria do Rocio Luz Santa Ritta, manteve decisão que isentou instituição financeira do dano sofrido por cliente que caiu no chamado “golpe do bilhete premiado”. A vítima, um senhor de 80 anos, foi enganada e perdeu R$ 130 mil em Balneário Camboriú, no Vale do Itajaí. O homem fez o resgate do valor de uma aplicação financeira para sua conta corrente e, na sequência, repassou o montante para os golpistas por meio de TED, que é uma transferência bancária. A decisão seguiu entendimento jurisprudencial do Tribunal de Justiça de Santa Catarina.

Em dezembro de 2016, o idoso foi abordado por dois homens que o convenceram a realizar a operação bancária para a conta de terceiros. Basicamente, o golpe acontece pela expectativa da própria vítima em auferir lucro fácil. A trama consiste em alguém simular um ganho em bilhete de loteria com prêmio de alto valor, mas que aceita receber quantia inferior para ter o dinheiro imediatamente. Quando percebeu que foi enganado, o correntista ajuizou ação por danos materiais e morais contra o banco. Alegou que não foi devidamente orientado pela instituição financeira para precaver-se de situação desta natureza.

O juízo da 2ª Vara Cível da comarca de Balneário Camboriú negou o pedido. Inconformado, o idoso recorreu sob a alegação de cerceamento de defesa, uma vez que nem ele tampouco suas testemunhas foram ouvidas em juízo, além de cobrar a responsabilidade do banco.

Para os desembargadores, o depoimento pessoal do réu e a oitiva de funcionários do banco não foram necessários porque as provas constantes dos autos efetivamente foram suficientes. “(…) apesar do autor se tratar de pessoa idosa, contando oitenta anos à época dos fatos, não está inserido no rol constante dos artigos 3º e 4º do Código Civil, o qual apresenta as pessoas consideradas como inteira ou relativamente incapazes de praticar pessoalmente os atos da vida civil, tampouco consta que tenha sido interditado judicialmente. A idade avançada, por si só, não gera incapacidade para a prática pessoal dos atos da vida civil”, disse a relatora em seu voto. A sessão, realizada no dia 4 de junho, foi presidida pelo desembargador Marcus Tulio Sartorato e dela também participou o desembargador Fernando Carioni.

Geral

Alterações de trânsito na Marginal Oeste em Itapema são adiadas para próxima segunda-feira

Além disso, a rua 414 será sentido bairro Morretes e a rua 416 sentido Marginal Oeste

Geral

Governadora de SC determina força máxima para buscar e devolver os R$ 33 milhões aos cofres públicos

Daniela pediu força máxima no caso e acionou a Procuradoria-Geral do Estado para avançar nas buscas pelos valores

Geral

BR-282 na Grande Florianópolis terá interrupções no fluxo para corte de árvores

Motoristas que passam pela BR-282 no trecho entre os municípios de Águas Mornas e Rancho Queimado, na grande Florianópolis, devem ter atenção redobrada durante este mês de abril. Uma empresa contratada pelo DNIT (Departamento Nacional […]

Geral

Vereadores catarinenses querem legalizar a maionese verde

O texto tem como objetivo a legalização da maionese caseira em bares, lanchonetes e restaurantes do município de Içara

Geral

MP quer converter pena de prisão de casal que fez sexo no Caixa D’aço em multa e trabalho comunitário

A Justiça deverá marcar uma audiência com os réus para que eles saibam da proposta e para que decidam se aceitam ou não a transação penal oferecida pela promotoria de Justiça

Mais notícias

Geral

Alterações de trânsito na Marginal Oeste em Itapema são adiadas para próxima segunda-feira

Além disso, a rua 414 será sentido bairro Morretes e a rua 416 sentido Marginal Oeste

Turismo

Mirante do Encanto completa nove anos nesta terça-feira

Mirante do Encanto tem 26 metros de altura e sua base está 130 metros acima do nível do mar