keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Justiça determina que Igreja Universal devolva R$ 200 mil para fiel que ‘comprou lugar no céu’

Igreja Universal disse na defesa apresentada à Justiça que não é verdade que coagiu a professora

Marcello Casal/Agência Brasil

Uma fiel que afirmou ter sido coagida a fazer a contribuição de R$ 200 mil para a Igreja Universal, com finalidade de obter um ‘lugar no céu’, receberá o valor novamente após a Justiça determinar que a igreja faça a devolução integral do valor. 

A mulher é professora e atualmente tem 53 anos. Ela disse à Justiça ter procurado a Universal em 1999, pois enfrentava muitos problemas pessoais e precisava de orientação. Contou que, ao longo dos anos, participou rigorosamente de todas as práticas religiosas, fez as ofertas solicitadas e os sacrifícios financeiros por acreditar que, só assim, seria abençoada por Deus.

A mulher relatou que, entre dezembro de 2017 e junho de 2018, fez as maiores doações, repassando R$ 204.500 à igreja. A professora, que declarou receber atualmente um salário líquido de R$ 1.500 por mês, afirmou que os valores entregues eram suas economias de 30 anos de trabalho.

Ela disse no processo que os líderes religiosos vinculavam a recompensa divina à entrega do dinheiro e que sempre conviveu com um sentimento de culpa de que estava em falta com a igreja.

Defesa

De acordo com a defensora pública, Yasmin Pestana, que defende a professora, a coação é uma prática que não depende de força física ou ameaça direta, mas pode existir criando-se um “temor” na cabeça da vítima, como foi o caso.

O que diz a Universal

A Igreja Universal disse na defesa apresentada à Justiça que não é verdade que coagiu a professora. “A autora [do processo] é maior [de idade] e, portanto, absolutamente capaz de entender e refletir sobre a consequência dos atos praticados, não podendo agora alegar ter sido vítima de coação psicológica, decorrente do discurso litúrgico dos pastores”, afirmou.

A Universal destacou que a professora frequentou a igreja por 18 anos, “sendo profunda conhecedora dos preceitos litúrgicos pregados” pela instituição, e que sempre teve liberdade para escolher outra igreja que melhor lhe atendesse.

A igreja declarou ainda que a professora se arrependeu de ter feito as doações, mas que isso não é permitido pelos contratos de doação realizada para pessoas jurídicas, “uma vez que essas doações foram feitas espontaneamente.”

Justiça

O juiz Carlos Bottcher afirmou na sentença que a professora foi, sim, vítima de coação, “considerando as pressões psicológicas empreendidas pelos membros da organização religiosa para realização das ofertas”.

O magistrado disse também que o Código Civil aponta que são nulas as doações da totalidade dos bens de uma pessoa, de modo a afetar a sua subsistência ou que prejudique o direito dos herdeiros.

Ele condenou a igreja a devolver os R$ 204,5 mil, valor que deverá ser acrescido de correção monetária e juros desde as datas em que as doações foram realizadas. A Universal ainda pode recorrer da decisão.

Fonte: Visor Notícias

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Segurança

Surfista cai de prancha e precisa ser resgatado por helicóptero em SC

Durante o surfe, ele apresentou queda da prancha seguido de ferimento com sangramento em região de quadril

Segurança

Fotógrafo falso furta objetos de pessoas durante feira em Porto Belo

Uma mulher sentiu a falta de sua bolsa e, com ajuda do rastreador do iPhone, chegou até o jovem que já estava na praia de Bombas

Segurança

Homem furta vagina de borracha em sex-shop de BC e dona comenta: “Roubou para comer”

Um homem furtou um sex-shop na cidade de Balneário Camboriú e acabou viralizando na internet após a proprietária do estabelecimento publica rum vídeo do crime e comentar a situação com bom humor. A mulher escreveu […]

Mais notícias

Segurança

Surfista cai de prancha e precisa ser resgatado por helicóptero em SC

Durante o surfe, ele apresentou queda da prancha seguido de ferimento com sangramento em região de quadril

Empregos

SINE de Itapema tem 66 vagas de emprego para esta semana

As vagas também são atualizadas diariamente no facebook oficial do Sine Itapema (facebook.com/sineitapema)