keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Justiça confirma que diretor de creche de Itapema estuprou 3 crianças entre 4 e 7 anos

A Justiça condenou o homem com uma pena de 49 anos de reclusão em regime fechado

Divulgação

O diretor de uma creche de Itapema por considerado culpado pelo estupro de três crianças na unidade de ensino pela Justiça de Santa Catarina (TJSC). As vítimas têm entre 4 e 7 anos de idade e os abusos teriam acontecido de forma continua no local onde trabalhava.

A Justiça condenou o homem com uma pena de 49 anos de reclusão em regime fechado.

De acordo com a denúncia do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), o homem teria praticado inúmeros atos libidinosos contra as crianças que frequentavam o espaço de recreação. Ele teria tirado proveito do contato cotidiano e da relação de confiança estabelecida do espaço escolar para estuprar as vítimas.

Os fatos ocorreram entre setembro de 2020 e maio de 2021, quando o homem atuava como diretor do estabelecimento. Segundo o MP, as ações criminosas eram tratadas como “brincadeiras” e “segredos” entre ele e as crianças.

Fonte: Visor Notícias

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Segurança

Homem é condenado a 28 anos de prisão por latrocínio de taxista idosa em Laguna

Homem estava no veículo da vítima quando, na estrada geral da praia do Gi, atacou a taxista com golpes de canivete

Segurança

Construção irregular é demolida em Porto Belo

Município vem atuando nos últimos meses para evitar as construções irregulares nas áreas consideradas de risco e de preservação

Segurança

Caminhão com 96 porcos cai em ribanceira da BR-282 em Chapecó

Veículo transportava 96 porcos e acabou caindo em uma ribanceira, às margens da rodovia

Segurança

Homem persegue e atira em crianças que tocaram campainha de sua casa por brincadeira

O caso foi registrado como disparo de arma de fogo e posse ilegal de arma de fogo

Mais notícias