keyboard_backspace

Página Inicial

Política

Jorginho Mello volta de Londres com US$10 mi para o Fundo Humanitário para famílias da tragédia da Chape

O avanço na negociação ocorreu numa reunião em Londres com a seguradora Tokyo Marine

Divulgação

O Senador Jorginho Mello (PL), presidente da CPI da Chapecoense, conseguiu um aumento de US$ 10 milhões no Fundo Humanitário para as 71 famílias das vítimas da tragédia da Chapecoense.

De US$ 15 milhões o valor subiu para US$ 25 milhões, e pode aumentar ainda mais. O avanço na negociação ocorreu numa reunião em Londres com a seguradora Tokyo Marine.

A Embaixada Brasileira também participou das tratativas. Segundo o parlamentar, que viajou com recursos próprios para a capital inglesa, deve haver uma nova rodada de negociação entre a seguradora e as famílias, quando o montante pode chegar a US$ 30 milhões. Em fevereiro de 2017, a Tokio Marine criou um Fundo Humanitário com objetivo de fazer acordos com os familiares.

Na primeira negociação foi oferecido US$ 200 mil (R$ 1,1 milhão) e nenhuma família aceitou. Meses depois, o valor subiu para US$ 225 mil (R$ 1,2 milhão) e cerca de 24 famílias aceitaram o acordo. Em troca, elas assinaram um termo de quitação que impediria qualquer ação na Justiça contra a LaMia e a Bisa.

Com essa nova proposta apresentada pela seguradora as 24 famílias que já receberam US$225 mil dólares vão receber a mais US$138 mil dólares que em reais dá aproximadamente R$ 749 mil. As outras 47 que ainda não receberam nada do Fundo Humanitário e que queiram agora irão receber o valor de US$363 mil dólares que convertendo da o valor de R$1.960,00.”

Após a nova etapa de negociação, não haverá mais necessidade de que haja a concordância de todas as famílias para ter direito ao valor proposto. Mesmo quem já recebeu o valor inicial terá direito a ganhar uma diferença por conta da elevação da indenização para US$ 25 milhões.

“Nada irá trazer esses guerreiros de volta. Mas é uma notícia que acalenta um pouco o coração das famílias. É inadmissível que essa indenização tenha demorado tanto para ocorrer. Por isso fiz questão de vir à Londres e buscar este acordo. Considero uma missão exitosa e volto para o Brasil realizado”, destacou o senador.

Covid suspendeu os trabalhos


Instalada em dezembro de 2019 para investigar o atraso no pagamento das indenizações, a CPI pretendia entregar um relatório em agosto de 2020, mas os trabalhos foram suspensos por dois anos por conta do Covid-19, retomando os trabalhos apenas este ano.

O acidente ocorreu há quase seis anos. A Chape iria disputar pela primeira vez uma final internacional, pela Copa Sul-Americana, em Medellín.

O avião da LaMia decolou de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, e sofreu uma pane por falta de combustível. A aeronave caiu em uma área de floresta nas imediações da cidade de Medellín, causando a morte de 71 pessoas.

Fonte: Visor Notícias

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Política

Roberto Jefferson registra candidatura à Presidência no TSE

A chapa terá Padre Kelmon como candidato à vice-presidente

Política

Bolsonaro e Braga Netto declaram patrimônios para a disputa ao Planalto

Leia na Coluna Esplanada de hoje direto de Brasília

Política

Santa Catarina tem 10 candidatos a governador confirmados; veja os nomes

Esse quadro ainda pode mudar até o dia 15 de agosto, quando o pedido de registro das candidaturas deve ser feito

Política

Com apoio de Bolsonaro, Jorginho Mello é confirmado o candidato do PL ao Governo de SC

Presidente Bolsonaro, em vídeo, consagrou Jorginho Mello como o seu candidato em Santa Catarina

Mais notícias

Geral

Fundador da Vinícola Girola morre aos 93 anos em SC

Ele deixa esposa, 10 filhos, 14 netos, 2 bisnetos, familiares e amigos enlutados

Segurança

Preso em Itapema foragido do Rio de Janeiro por crimes econômicos

O acusado foi encaminhado para a Polícia Federal de Itajaí