keyboard_backspace

Página Inicial

Cidades

Itapema usará R$ 69 milhões do Plano 1000 para alargamento do Estreito e da Meia Praia

Lançamento do pacote reuniu prefeitos de Santa Catarina em Florianópolis

A Preitura de Itapema utilizará os R$ 69 milhões destinados pelo Plano 1000, pacote de investimentos lançado na terça-feira (14) pelo Governo do Estado. A destinação dos recursos foi anunciada ainda na noite de terça-feira pela prefeita de Itapema, Nilza Simas, nas redes sociais. “Governo de SC lança o Plano 1000 Na noite de hoje tive o privilégio de participar do lançamento do Plano 1000. Ele irá contemplar nesse momento os 70 maiores municípios do estado, onde estão 80% dos catarinenses. Os recursos para Itapema serão de R$ 69 milhões, que investiremos na recuperação da faixa de areia das praias do Estreito e Meia Praia!”, explicou.

O Plano 1000 é o maior projeto municipalista da história de Santa Catarina. Para o governador, fortalecer os municípios e as regiões é levar oportunidades iguais de crescimento e de melhoria da qualidade de vida da população. Moisés afirma que hoje o Estado tem essa condição porque a gestão é técnica, transparente e tem os recursos para garantir os investimentos. “Por muito tempo os prefeitos acreditaram em promessas que, muitas vezes, ficaram só no aperto de mão, nunca se concretizaram. O municipalismo que estamos consolidando nesta gestão é uma política de Estado que distribui os recursos de maneira justa, para todos os municípios, sem distinções”, reforça Carlos Moisés.

Saiba mais sobre o Plano 1000


Quem terá direito aos recursos?

Todos os municípios de Santa Catarina vão receber os recursos.
Como foi estabelecido o valor que cada município terá direito a receber?
Inicialmente, cada município receberá o equivalente a R$ 1 mil por habitante. A base de cálculo do Governo do Estado leva em conta as estimativas habitacionais mais recentes do Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE).
O valor pode ser solicitado ou acessado pelos próprios cidadãos?
Não. Os recursos serão repassados às prefeituras para a realização de obras estruturantes nos municípios e mediante aprovação dos projetos pelos técnicos do Governo do Estado.
O Plano 1000 será a única maneira de os municípios receberem recursos do Governo do Estado?
Não. O Governo do Estado continuará honrando a bandeira do municipalismo por meio de outros convênios e parcerias para a realização de obras essenciais. Além disso, o governo dará continuidade a todo o cronograma de obras do Estado. Outra marca desta gestão é o pagamento das emendas parlamentares, que também beneficiam diretamente os municípios.
De onde virão os recursos para a execução do Plano 1000?
Por conta da eficiência da máquina pública, alcançada pela atual gestão, o governo garantirá, preferencialmente, investimentos com recursos próprios.

Fonte: Visor Notícias

Cidades

Associado de Itapema recebe prêmio do Seguro de Vida Sicredi

A Sicredi Vale Litoral SC realizou nesta semana a entrega de mais um prêmio do Seguro de Vida. O contemplado foi o associado Andre Luiz Daroci, da agência Morretes, em Itapema. Por meio dos seguros […]

Cidades

Porto Belo recebe novo ônibus do Governo do Estado

O Município de Porto Belo recebeu nesta quarta-feira (19) um novo ônibus da Secretaria de Educação do Estado de Santa Catarina. O veículo será utilizado para transportes de estudantes da Rede Municipal de Ensino. Ao […]

Cidades

Porto Belo terá IPTU premiado com sorteio de carro 0km

O Governo do Município de Porto Belo inicia o ano com novidades em relação ao IPTU – Imposto Predial e Territorial Urbano. Os contribuintes com as contas em dia, que optarem pelo pagamento em cota […]

Cidades

Navegantes estuda nova contrato de concessão para empresa de lixo atuar na cidade

A Prefeitura de Navegantes realiza estudos no intuito de melhorar o serviço de coleta no município, incluindo a coleta seletiva. Atualmente, os serviços de coleta, transporte e disposição final do lixo é realizado pela empresa […]

Cidades

Obra da subestação de energia em Itapema deve ser concluída em março informa a deputada Paulinha

A obra tem um custo estimado de R$ 17 milhões, e vai absorver totalmente o consumo de energia de Itapema

Mais notícias

Geral

Nova diretoria da OAB Camboriú é empossada

Cerimônia ocorreu nesta terça-feira, na sede da Subseção. O advogado Maikon Rafael Matoso é novo presidente da OAB Camboriú

Segurança

Polícia procura suspeito de matar mãe e filha no RS

Agentes da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Passo Fundo apuram os motivos para o possível feminicídio