keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Itajaí propõe que APM Terminals mantenha arrendamento dos berços durante fase de transição

Medida ocorre após o Município oficiar a União que aceita a prorrogação da Autoridade Portuária Municipal e pode ser válida a partir de janeiro de 2023

O Município de Itajaí, por meio da Superintendência do Porto, propôs à APM Terminals, em ofício enviado nesta quinta-feira (28), a manutenção do arrendamento dos berços 1 e 2, nas condições do atual contrato, a partir de 2023. A medida dá continuidade à oficialização da prorrogação da Autoridade Portuária Pública e Municipal por até dois anos. Nesse período transitório, enquanto é concluído o processo de desestatização do terminal, o Município busca a melhor forma de dar seguimento ao trabalho operacional.

No documento enviado à APM Terminals, o Município solicita que a empresa manifeste se há interesse em continuar com as operações no Porto de Itajaí a partir de janeiro de 2023 até a conclusão do processo de desestatização. Em caso positivo, o contrato transitório seria assinado de imediato pelo período de seis meses, podendo ser automaticamente prorrogado até o término do processo de desestatização, mantendo as mesmas condições econômicas e operacionais já estabelecidas no atual arrendamento, que encerra em 31 de dezembro deste ano. O ofício dá prazo de 48 horas para a APM se manifestar sobre o assunto.

“Neste período de transição, que inicia em 2023, o Município e a Superintendência do Porto de Itajaí buscarão a melhor proposta para garantir a continuidade das operações portuárias na cidade, assim como temos feito ao longo dos últimos 25 anos do convênio de delegação. O importante trabalho realizado pela APM Terminals durante esses anos demonstra como viável a promoção de contrato transitório de operação dos berços 1 e 2”, destaca o superintendente do Porto de Itajaí, Fábio da Veiga.

Município oficializa ao Governo Federal a prorrogação da Autoridade Portuária

O Município e a Superintendência do Porto de Itajaí também protocolaram, na quarta-feira (27), ofício ao Ministério da Infraestrutura/Secretaria Nacional de Portos e Transportes Aquaviários concordando com a proposta da União de prorrogação do convênio de delegação por até dois anos. O Município enfatiza que é contrário à uma cláusula resolutiva presente no documento, mas informa que aceita a renovação da Autoridade Portuária Pública Municipal para evitar prejuízos maiores ao Porto de Itajaí.

Em reunião na segunda-feira (25), em Brasília (DF), uma comitiva itajaiense, liderada pelo prefeito Volnei Morastoni e pelo superintendente do Porto Fábio da Veiga, solicitou a exclusão da cláusula resolutiva do contrato de prorrogação para garantir o prazo de delegação pelos próximos dois anos, sem possibilidade de encerrá-lo antes. A medida era importante para impedir problemas socioeconômicos que a insegurança logística possa causar, mas a União decidiu manter a cláusula.

“O Porto de Itajaí é o coração econômico da cidade, que é a 12ª do país em arrecadação federal. Fazer uma transição de uma maneira estável e segura é fundamental, tanto para o Município como para o Governo Federal. Vamos manter a gestão municipal nessa fase de transição porque entendemos que é a melhor forma de dar continuidade e evitar que a cidade e os cidadãos sejam prejudicados até que seja finalizado o processo de desestatização”, ressalta o prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni. 

Fonte: Visor Notícias

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Geral

Menina de BC luta contra o tempo e precisa de R$100 mil para cirurgia

CONTRIBUA CLICANDO AQUI Uma menina de 11 anos, moradora de Balneário Camboriú, precisa de ajuda para arrecadar R$100 mil e poder levar uma vida normal. Geovana luta contra uma escoliose agressiva e dolorosa. O desvio […]

Geral

Atropelado em rally de velocidade, espectador será indenizado após amputação da perna

A recente decisão é do juízo da 2ª Vara Cível da comarca de Itajaí, na região do Vale do Itajaí

Geral

Escola de cães-guias de BC precisa de famílias socializadoras e doações

Instituto Hellen Keller completou 22 anos de atuação em Balneário Camboriú e já formou inúmeros cães-guias

Geral

Morre aos 108 anos o policial mais velho de Santa Catarina

Natural da cidade de Florianópolis, Osvaldo começou a trabalhar em 1944 e foi para a reserva em 1967

Geral

Tempestade de causou destruição no RS avança para Santa Catarina

A chuva deve permanecer em Santa Catarina até quinta-feira (18). A partir daí, a previsão é de frio intenso pelo estado

Mais notícias

Cidades

Itapema realiza audiência para apresentação da LDO 2023

A reunião aconteceu nesta segunda-feira (15/08) auditório da Prefeitura de Itapema

Cidades

Vereador Xepa pede brinquedos para crianças com deficiências nos parques de Itapema

O vereador se une à uma luta de muitas mães de filhos e filhas especiais